Atleta de clube homônimo do Atlético-MG morre por um ataque de crocodilo no Moçambique

Há outro Atlético Mineiro no mundo. O clube de Moçambique que recebeu o nome em homenagem ao time de Belo Horizonte, inclusive está em luto. A agremiação perdeu o zagueiro Estêvão Alberto Gino, de 19 anos, em uma fatalidade.

O jovem foi morto por um crocodilo às margens do Rio Zambezi por um ataque do animal. Edy Carvalho, fundador e técnico do time africano, explicou o que houve com o atleta:

"Ele estava correndo, como sempre fazia. Próximo ao rio, ele então resolveu se despir se pra se molhar. Agachado na margem, o crocodilo saiu bruscamente e o agarrou pela cintura. Depois, o animal correu novamente para a água", disse ao jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

"Os dois amigos dele sairam assustados e eles ouviram gritos mas não podiam fazer mais nada. O crocodilo tinha mais de 5 metros, segundo um dos jovens presentes na tragédia", completou Edy Carvalho.