Atleta chega aos Estados Unidos após ser trocada por traficante de armas; vídeo mostra libertação


A estrela da WNBA Brittney Griner chegou aos Estados Unidos nesta sexta-feira um dia após ter sido envolvida em uma negociação entre o governo americano e a Rússia. Presa por porte ilegal de óleo de cannabis e condenada a nove anos de prisão, a atleta acabou trocada pelo traficante de armas Viktor Bout.

O russo estava encarcerado em presídio norte-americano há cerca de dez anos e ficou conhecido mundialmente por inspirar o filme "O Senhor das Armas".

+ Flagra, traição e “crente do pau oco”: entenda a mais nova treta entre Militão e Karol Lima

Em seu perfil no Twitter, o presidente dos Estados Unidos Joe Biden confirmou que conversou com Brittney enquanto ela estava no avião retornando para casa. O governante estava ao lado da esposa da atleta Cherelle Griner.x

- Conversei com Brittney Griner há alguns momentos. Ela está segura. Ela está no avião. Ela está no caminho de volta para casa - publicou Biden.

Joe Biden
Joe Biden

Presidente dos EUA atuou diretamente na negociação de libertação de Brittney (Reprodução/Twitter @JoeBiden)

Um vídeo publicado pela emissora americana WFAA no Youtube mostra os últimos momentos da atleta na Rússia. Inclusive, o momento que ela descobre que vai conseguir voltar para casa.

Brittney Griner é uma das grandes atletas do basquete norte-americano. Ela foi campeã da WNBA, principal liga feminina do esporte nos Estados Unidos, em 2014, também foi duas vezes a maior pontuadora do campeonato e conquistou duas medalhas de ouro olímpicas (Rio-2016 e Tóquio-2020) com a seleção americana.