Atleta de Burquina Faso estabelece no recorde mundial do salto triplo

·1 minuto de leitura
.

(Reuters) - Hugues Fabrice Zango se tornou o primeiro atleta de Burkina Faso a estabelecer um recorde mundial ao realizar o mais longo salto triplo indoor com um salto de 18,07 metros em evento em Aubiere, na França, neste sábado.

Zango, que conquistou o bronze no Mundial de 2019, adicionou 15 centímetros ao recorde anterior, estabelecido por seu próprio técnico, o francês Teddy Tamgho, em 2011.

Zango, de 27 anos, começou com uma falta, mas aqueceu com um salto de 17,33 metros antes de aumentar de forma constante a sua melhor marca, para 17,61m e depois 17,70m.

Com seu esforço final, ele flutuou além dos 18 metros para quebrar seu próprio recorde anterior em 30 centímetros.

"Grande campeão", disse o presidente de Burkina Faso, Roch Marc Kabore.

"(Zango) segura a bandeira do Burkinabe bem alto, nos enchendo de orgulho", disse Kabore em post no Facebook. "Peço a ele que continue se preparando para uma atuação brilhante nos próximos Jogos Olímpicos."

O britânico Jonathan Edwards detém o recorde mundial de salto triplo ao ar livre com um salto de 18,29 m em Gotemburgo, em 1995.

(Reportagem de Rohith Nair)