Atlético-PR vacila nos minutos finais e empata com Católica-CHI na Arena da Baixada

Daniel Piva
Furacão vencia por 2 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, mas permitiu o empate

Um vacilo que custou caro. Em um jogo disputado, na Arena da Baixada, Atlético-PR e Universidad Católica-CHI empataram por 2 a 2 na noite desta quarta-feira. O detalhe é que o Furacão vencia o jogo por 2 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, mas um vacilo nos minutos finais custou a vitória para o time atleticano.

O jogo começou movimentado. E o meia Lucho González teve nos instantes iniciais diferentes emoções. Aos quatro minutos de partida, ele participou de lances extremos. Ao falha na defesa, o argentino quase viu a Universidad Católica abrir o placar com uma finalização de Santiago Silva, que exigiu a defesa do Weverton. Mas no contra-ataque atleticano, o experiente jogador apareceu dentro da grande área para bater e marcar. 1 a 0 Furacão.

Mesmo com o gol marcado logo nos minutos iniciais, o Atlético-PR seguiu levando perigo. O time teve boas oportunidades de ampliar o placar. Aos 19, Carlos Alberto fez linda jogada individual, mas finalizou mal. Aos 22, Felipe Gedoz bateu da entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro chileno. E aos 32, Thiago Heleno cabeceou e assustou.

Apesar de levar perigo contra a meta do Universidad Católica-CHI, o Atlético-PR não controlava o jogo no meio de campo. Assim, dava espaços para o time chileno assustar em alguns momentos, como aos 33, quando Noir apareceu na linha de fundo e cruzou rasteiro, mas Jonathan conseguiu fazer a intervenção.

Os sustos dados pelos chilenos seguiram acontecendo no início do segundo tempo. A mais perigosa foi aos quatro minutos, quando Kalinski apareceu na cara do gol, mas mandou pela linha de fundo.

Aos poucos, o Atlético-PR conseguiu conter o ímpeto do time chileno. E quando já não corria mais muitos sustos, o Furacão chegou ao segundo gol. E que golaço, que foi anotado pelo meia Nikão, aos 30 minutos do segundo tempo. Após receber um passe de letra de Matheus Rosseto, o atleta bateu com estilo, de fora da área, e mandou na gaveta do goleiro Toselli. 2 a 0.

Mas justamente quando o jogo parecia tudo resolvido, tudo se inverteu. Aos 40, Llanos, de cabeça, descontou. O empate quase veio aos 42, quando Gutierrez tentou por cobertura e acertou a rede, mas pelo lado de fora. Mas no minuto seguinte não teve jeito: Noir apareceu na cara de Weverton e não desperdiçou. 2 a 2.
















E MAIS: