Atlético-PR goleia o Cascavel e entra no G-8 do Estadual

Daniel Piva
Com gols marcados por João Pedro, José Ivaldo e dois do Matheus Anjos, Furacão goleia por 4 a 0

Com um bom primeiro tempo, o Atlético-PR venceu o Cascavel por 4 a 0, na tarde deste sábado, na Arena da Baixada. Com a vitória, o Furacão, que vem jogando com o time reserva no Estadual, ingressa no G-8 do Campeonato Paranaense. Os gols foram marcados por João Pedro, José Ivaldo e Matheus Anjos, que anotou duas vezes.

Está foi a segunda vitória do Atlético-PR no Estadual. Até então, o Furacão só havia vencido o clássico com o Coritiba e os jovens atletas do time alternativo estavam sendo criticados. Agora, o Furacão ocupa a 6ª colocação do Campeonato Paranaense, com dez pontos.

JOGO

O Atlético-PR começou o jogo indo para cima do Cascavel. Tanto é que logo aos cinco minutos foi marcado pênalti em cima do atacante Luís Henrique. Na cobrança, o meia João Pedro demonstrou tranquilidade e abriu o placar na Arena da Baixada.

A postura atleticana não mudou pelo fato de ter conseguido a vantagem logo no início do jogo. Luís Henrique, em duas oportunidades, e João Pedro tiveram boas oportunidades. Mas quem marcou o segundo gol atleticano foi o zagueiro José Ivaldo, de cabeça. 2 a 0.

Ainda no primeiro tempo, o Atlético-PR teve novas oportunidades de ampliar. Douglas Coutinho, em duas ocasiões, parou no goleiro Darci.

Já na etapa final, o Atlético-PR voltou um pouco mais cauteloso. Mas a vida ficou ainda mais fácil após os dez minutos, quando o lateral Marco Tiago, do Cascavel, recebeu o cartão vermelho.

A partir daí, o Furacão voltou a ter domínio absoluto da partida. Aos 11, Yago fez, mas foi marcado impedimento. Aos 17, Douglas Coutinho exigiu grande defesa do goleiro Darci. Mas aos 29 não teve jeito. Matheus Anjos recebeu, dominou, deixou um adversário no chão e marcou. 3 a 0 Atlético-PR.

E o placar só foi fechado aos 40, quando Matheus Anjos cobrou falta com perfeição e marcou um golaço na Arena da Baixada. 4 a 0 para o time do técnico Paulo Autuori.















E MAIS: