Atlético-MG vence URT e está na final do Campeonato Mineiro

Jogando no Independência relativamente cheio, o Atlético-MG conseguiu vencer o URT por 3 a 0, neste domingo, no segundo jogo da semifinal do Campeonato Mineiro. Os comandados de Roger Machado precisavam apenas de um empate para se classificar, já que tiveram a melhor campanha na fase de grupos e o primeiro confronto terminou em 1 a 1. Os gols foram marcados por Rafael Moura, Robinho, de pênalti, e Otero. Este foi o primeiro jogo do goleiro Victor na temporada.

Os jogos das finais serão realizados nos próximos dois finais de semana (30 de abril e 7 de maio). O adversário do Galo será definido ainda neste domingo, às 18 horas, no Mineirão, no confronto entre Cruzeiro e América-MG. A Raposa precisa apenas de um empate para avançar de fase. Como o time alvinegro teve a melhor campanha na fase de grupos, poderá definir a final em sua casa.

O jogo

O Atlético-MG começou o jogo tendo maior posse de bola, paciência para armar as jogadas e anulando o URT, que buscava pressionar a saída de bola em algumas oportunidades. Aos seis minutos, Rafael Moura recebeu a bola na intermediária e finalizou em cima do goleiro Juninho, que encaixou a bola.

O Galo voltou a criar boas chances de gol minutos depois. Aos nove, Miacosuel chutou de muito longe, mas a bola foi fraca e ao lado do gol. Já aos 14, Robinho recebeu na entrada da área e bateu com capricho, entretanto a bola foi para fora.

Depois do domínio da equipe da casa nos primeiros 20 minutos, o URT teve a sua primeira chance de gol com Cascata, que fez uma cobrança de falta muito perigosa. A partir deste lance, os visitantes começaram a buscar um pouco mais o jogo e continuaram tentando incomodar a saída de bola dos comandados de Roger Machado.

Logo em seguida, Leonardo Silva saiu errado e deu o contra-ataque para a equipe de azul. Marques arrancou com a bola, no entanto, na finalização, a bola explodiu no zagueiro Gabriel.

Após a equipe de Rodrigo Santana ter conseguido criar algumas boas chances em um espaço de dez minutos, o Galo voltou a ser superior, tocando a bola ao redor da grande área e tendo paciência para buscar as melhores oportunidades de infiltrar a defesa adversária. Em uma das boas chances, Rafael Moura entrou pelo lado direito da área, mas finalizou mal.

Aos 34 minutos, após rodar muito bem a bola, o lateral Fábio Santos apareceu livre pelo lado esquerdo e cruzou. Nenhum jogador do Atlético-MG conseguiu desviar o cruzamento e a defesa afastou o perigo.

O primeiro gol da partida veio um minuto depois. Os comandados de Roger Machado cobraram rapidamente a falta, Marcos Rocha recebeu a bola no lado direito e cruzou com perfeição para o centroavante Rafael Moura abrir o placar com uma bela cabeçada no meio da grande área.

Em situação desfavorável no placar e ainda precisando de uma vitória para ir para a final, o URT começou a tentar tocar mais a bola e buscar alguns contra-ataques. No entanto, deixava espaço para o Galo criar oportunidades para ampliar sua vantagem. Em um dos lances, Cascata recuperou a bola no meio de campo e lançou para Marques, mas o goleiro Victor saiu bem do gol para fazer o corte.

O Atlético-MG voltou para o segundo tempo muito bem. Após o URT errar na saída de bola, Rafael Carioca arrematou de fora da área e a bola foi na trave. Minutos depois, Robinho chutou para fora.

O Galo ampliou o placar aos 12 minutos da segunda etapa. Em jogada que começou com roubo de bola no meio de campo, Robinho finalizou e Juninho fez a defesa. Na sobra, Rafael Moura sofreu o pênalti. Robinho cobrou no meio para deixar o jogo em 2 a 0.

Com o jogo a seu favor, o time da casa conseguiu manter o jogo tranquilo. Aos 14 minutos, Rafael Moura recebeu a bola sozinho, em condição legal, no entanto finalizou mascado. Logo em seguida, o ‘He-Man’ recebeu passe do Robinho e finalizou acima da meta.

Já aos 20, Marlone fez uma grande jogada pelo lado esquerdo e rolou para o Robinho marcar o gol, entretanto o craque dos mandates finalizou mal e a bola saiu pela linha de fundo. Quatro minutos depois, Robinho fez boa jogada pelo lado do campo, Marlone e Fábio Santos tabelaram e este parou no goleiro Juninho.

Na casa dos 30 minutos, após boa troca de passes, Otero bateu de fora da área e a bola bateu na trave. Em outro lance, Otero aproveitou o erro na saída de bola dos visitantes, mas parou no goleiro Juninho.

O URT teve a sua única chance no segundo tempo aos 37. Carlinhos puxou contra-ataque e finalizou de longo, entretanto a bola a bola foi longe. Logo em seguida, Cazares acertou um belo chute de fora da área e forçou o goleiro dos visitantes a fazer uma difícil defesa.

No apagar das luzes, Otero marcou o terceiro gol do jogo. Cazares escorregou, mas conseguiu dar passe para Marcos Rocha. O lateral cruzou muito bem e Otero marcou o gol de cabeça para dar números finais à partida.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO X URT

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 23 de abril de 2017, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Igor Júnio Benevenuto

Assistentes: Cleisson Veloso Pereira e Renato Cardoso Conceição

Público: 14.198 torcedores

Renda: R$ 255.805,00

Gols: ATLÉTICO-MG: Rafael Moura, aos 35 minutos do primeiro tempo e Robinho, aos 12, e Otero aos 45 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Marlone, Leonardo Silvam Rafael Moura (Atlético-MG) Diogo Oliveira, Dick, Thiago Brito, Léo (URT)

Cartões vermelhos: não teve

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel (Felipe Santana) e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Marlone e Maicosuel (Otero); Robinho (Cazares) e Rafael Moura

Técnico: Roger Machado

URT: Juninho; Dick, Diego Borges, Rodolfo e Léo; Jô, Cascata (Jordã), Diego Oliveira (Carlinhos) e Allan Dias; Thiago Brito e Marques (Rafael Oller)

Técnico: Rodrigo Santana