Atlético-MG tem pressa de negociar Cazares e até possível conversa com o Palmeiras é cogitada

Valinor Conteúdo
LANCE!


O Atlético-MG e o meia Cazares estão em uma relação tensa em 2020. O jogador gerou desgastes com o clube em diversos momentos, culminando na mais recente polêmica com seu contágio por coronavírus e as festas promovidas pelo jogador em sua casa no meio da quarentena.

Declarações de carinho pelo Corinthians e do desejo de sair do clube também aumentaram o desgaste entre atleta e o Galo. Esse cenário colocou o Atlético com um novo discurso: de aceitar fazer a venda de Cazares antes do fim do seu contrato, que se encerra em dezembro.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o diretor de futebol Alexandre Mattos admitiu que pode vender o meia, ou envolvê-lo em uma troca por outro atleta que esteja no perfil desejado por Jorge Sampaoli.

-Qualquer jogador que a gente receba uma boa proposta, nós vamos analisar. Não só o Cazares, é qualquer jogador, desde que a gente já tenha a reposição e o presidente entenda que os números, ou uma possível troca de atletas, seja uma coisa vantajosa para o nosso projeto-disse Mattos.

Mattos evitou falar das polêmicas recentes do meia, focando em seus dons esportivos, assim, pode manter o seu valor no mercado da bola.

-O Cazares é o que todos vocês e os torcedores já sabem: tecnicamente é bom, teve bons momentos e teve algumas dificuldades nessas situações todas que você (entrevistador) já citou. Tem contrato até o fim do ano e a gente vai, quando ele estiver melhor, analisar com calma e tranquilidade para que seja feito aquilo que é bom para o Atlético.










A história de ceder Cazares para outro clube, trouxe à tona uma possível negociação com o Palmeiras. Segundo o jornalista Cosme Rimoli, o Verdão pode abrir mão da multa 3 milhões de euros que tem direito caso Roger Guedes seja emprestado a algum time brasileiro. E, o Galo já manifestou interesse no atacante, mas a multa é um empecilho. A ida de Cazares para o alviverde poderá ser um facilitador para o retorno de Guedes.

Enquanto não se dobram os novos capítulos da “novela” Cazares, que fez apenas um jogo pelo Galo em 2020, criando mais polêmicas fora dos gramados, Alexandre Mattos tem pressa em resolver sua situação, pois o jogador poderá sair do time mineiro de graça caso assine um pré-acordo com outra equipe a partir de julho.

-Quando tivermos a definição, obviamente todos vocês vão saber. Vai ter um momento, e esse momento tem de chegar logo, até para acabar com as especulações. O Cazares sai? O Cazares fica? O Cazares joga? O Cazares não joga? O que posso dizer é que neste momento nós não estamos em negociação com nenhum clube sobre uma possível troca. O que a gente está é equilibrando financeiramente o Atlético e tentando fazer a remontagem do elenco-disse.

Em janeiro deste ano, o Atlético-MG recusou proposta de quase R$ 13 milhões do Al-Ain, dos Emirados Árabes, para vender Cazares. O clube alegou que poderia conseguir um valor mais alto. Mas, as recentes confusões do jogador o desvalorizaram no mercado. Cazares está no Atlético-MG desde 2016, entrando em campo 204 jogos, marcando 41 gols , além de dar 46 assistências.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também