Atlético-MG quer estender permanência de Junior Alonso

Campeão mineiro, brasileiro e da Copa do Brasil pelo Galo, defensor volta ao futebol europeu após uma temporada abaixo do esperado - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


O Atlético-MG está de férias e o torcedor do Galo está na expectativa saber como será o elenco da próxima temporada. E para que o processo não seja “quebrado”, o clube corre contra o tempo para fechar com um novo técnico e seguir a montagem do elenco de 2023.

Mas alguns nomes, como do zagueiro Junior Alonso, peça importante do grupo, não sabe se ficará no clube no próximo ano. E o Alvinegro tentará ficar com ele mais um pouco e aumentar o empréstimo do paraguaio.

Alonso avisou que não volta ao Krasnodar enquanto durar a guerra entre Rússia e Ucrânia. O Galo venceu o zagueiro ao clube russo por R$ 47 milhões em janeiro e depois foi emprestado ao Galo até 31 de dezembro deste ano.

- Não é situação simples. Tenho falado com o Diego Serrati, representante do Junior. Ele voltou ao Atlético 15 dias depois da nossa venda. Em situação que segue por lá. Querer ficar com Junior? É óbvio. Conhece o clube, torcida gosta. Não é situação simples. Estou conversando com ele e com o agente para ver se a gente amplia o empréstimo dele por mais seis meses - disse Rodrigo Caetano, diretor de futebol do clube.

Com a guerra entre russos e ucranianos, a Fifa criou um anexo nas regras de transferências para facilitar a saída de jogadores que possam estar em risco no conflito entre Ucrânia e na Rússia. Assim, o Galo pode se beneficiar desse artifício de ficar mais tempo com Alonso.

A regra da FIFA ajudou o Atlético a conseguiu outro reforço, do meia Pedrinho, que pertence do Shakhtar Donetsk, até o meio do ano que vem. Logo, o Galo mantém vivas as esperanças de ficar com o defensor, destaque em 2021, mas que não teve o mesmo desempenho nesta temporada.