Atlético-MG fica no empate com a URT no primeiro jogo da semifinal

Na manhã deste domingo, Atlético-MG e URT abriram as semifinais do Campeonato Mineiro. No estádio do Mineirão, as equipes ficaram no empate por 1 a 1, e a decisão ficou para o segundo duelo. O confronto decisivo entre as equipes acontece no próximo domingo, no Independência, e não vale gol fora de casa.

O Galo abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo, com Rafael Moura. Porém, o time de Roger Machado não aumentou a vantagem, e acabou cedendo o empate à equipe de Pato de Minas aos quatro minutos da etapa final, com Marques.

Antes do duelo se iniciar, a URT levantou o troféu de campeã de interior do Estadual. Na primeira fase, o time terminou na quarta colocação, atrás das três equipes da capital Belo Horizonte – Atlético-MG, Cruzeiro e América-MG.

O jogo – Mesmo com mando da URT, o Atlético-MG começou ditando as ações da partida. Sem Fred, suspenso, Rafael Moura era a referência na área do Galo.

Aos dez minutos, o Atlético-MG teve duas chances incríveis de abrir o placar na mesma jogada. Primeiro, após saída de bola errada do time do interior, Rafael Moura bateu cruzado, a bola explodiu na trave e percorreu a frente do gol. O próprio He-Man ficou com o rebote e cruzou na área. A bola sobrou para Robinho, que, na cara do gol, chutou em cima de Juninho, que fez boa defesa à queima roupa.

A URT respondeu com Jô, que bateu de fora da área. A bola raspou na rede de cima de gol, e levou perigo ao goleiro Giovanni. Aos 15, o Galo abriu o placar, mas o juiz anulou o tento atleticano, acusando que antes de Otero cruzar para o gol de Elias, a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 20, o Atlético-MG transformou a pressão em gol. Após nova bobeada da defesa, Rafael Moura roubou e apareceu na cara do gol. O centroavante bateu cruzado, sem chances para o goleiro Juninho. O jogo seguiu agitado, mas as equipes não mexeram mais no placar no primeiro tempo.

A pausa para o intervalo fez bem à URT, que empatou a partida aos quatro minutos do segundo tempo. Desta vez, a equipe de Pato de Minas que se aproveitou da desatenção do Galo, e Marques deixou tudo igual no marcador.

O técnico Roger Machado mudou a equipe, colocando Flávio, Marlone e Carlos César nos lugares de Cazares, Robinho e Otero, respectivamente. Mesmo assim, quem estava melhor na etapa final era a URT, que criava mais, mas não conseguia transformar as chances em gols. O Atlético-MG também tentava buscar a vitória, principalmente nos minutos finais, mas também pecou pela falta de efetividade.

FICHA TÉCNICA

URT 1 x 1 ATLÉTICO-MG

Local: estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: 16 de abril de 2017, domingo

Horário: 11 horas (de Brasília)

Árbitro:  Jeferson Antônio da Costa

Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Magno Arantes Lira

Cartões amarelos: Rafael Carioca, Cazares (Atlético-MG); Rafael Oller e Fabinho (URT).

Gols: ATLÉTICO-MG: Rafael Moura, aos 20 minutos do primeiro tempo; URT: Marques, aos quatro minutos do segundo tempo.

URT: Juninho; Dick, Diego Borges, Rodolfo e Fabinho; Jô, Cascata (Carlinhos) e Allan Dias (Rafael Oller); Thiago Brito, Edmar (Diego Oliveira) e Marques

Técnico: Rodrigo Santana

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Cazares (Flávio) e Otero (Carlos César); Robinho (Marlone) e Rafael Moura  

Técnico: Roger Machado