Atlético-MG empata com o Boa Esporte e fica fora do G4 no Mineiro

Valinor Conteúdo
LANCE!


O Atlético-MG não passou de um empate com o Boa Esporte, 1 a 1, gols de Wesley, contra, para o Galo, e Romário, empatando para o time de Varginha, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.

A partida mostrou mais uma vez a fragilidade do alvinegro, que apresentou mais uma vez a série de defeitos que vem gerando a má campanha na temporada 2020 até o momento.

O início do time foi bom, com o meio de campo sendo ativo, mas na etapa final, a falta de repertório ofensivo e vacilos defensivos foram determinantes para outro jogo sem sair com os três pontos de campo.

Com o resultado, o Galo caiu para a quinta colocação, fora do G4 do Estadual, atrás do rival Cruzeiro, que tem dois pontos a mais do que o time atleticano, 14 a 12.

O Boa Esporte considerou o empate um bom resultado, pois se manteve na nona colocação, com seis pontos, mas longe da zona de rebaixamento.

Ao Galo, resta buscar uma reabilitação no clássico contra a Raposa, no próximo fim de semana, para diminuir a pressão sobre o elenco alvinegro.


Mudanças no Galo

O técnico interino James Freitas colocou o time dentro das suas convicções. Victor retornou o gol, Fábio Santos à lateral-esquerda, deixando Arana no banco, Nathan começou jogando e Ricardo Oliveira assumiu o ataque na vaga de Di Santo.

“Troca de golpes” entre Boa e Galo

A partida foi franca em todo o primeiro tempo, com as duas equipes buscando o gol, sem muito medo de atacar. Era uma constante “troca de socos”, com ataques e contra-ataques, gerando boas defesas de Renan Rocha e Victor.

Boa jogada de Allan, gol do Galo

O volante alvinegro estava em um dia mais certeiro, fez boa jogada pela esquerda,cruzou e o zagueiro Wesley acabou marcando contra, abrindo o placar em Varginha.























Atlético-MG melhor no fim do primeiro tempo

Interessante ver que o principal problema do Galo, o meio de campo, estava ágil, trocando bolas rapidamente e acabou criando boas chances de gol na parte final do primeiro tempo. Nathan melhorou a articulação do time.

Retorno positivo de Victor

Se alguém tinha alguma dúvida se o goleiro Victor voltaria em boa forma ao gol do Galo, se enganou. Ele teve boas intervenções e evitou pelo menos três gols do Boa Esporte.

Galo se fecha para segurar o resultado

James Freitas parece ter herdado a predileção de Dudamel por Zé Welison. O treinador interino resolveu fechar a equipe perto dos 25 minutos do segundo tempo, colocando o volante no lugar de Hyoran para segurar os avanços do Boa Esporte. A equipe terminou o jogo com três homens de contenção no meio de campo.

Boa não se intimida com a retranca do Atlético

Mesmo com um homem a mais para defender, o Galo teve trabalho para manter o Boa Esporte longe do seu gol. As mudanças de Nedo Xavier, com Cesinha, Romário e Denilson, deram uma dinâmica mais ofensiva ao time de Varginha.

Nem “São Victor” salvou. Gol do Boa

Após fazer grande defesa em chute de Cesinha, Victor não conseguiu evitar o lance seguinte, quando Romário acertou um chutaço de fora da área, que bateu na trave e entrou. Caio César empurrou para as redes, mas o gol já tinha sido validado.

Mesmos defeitos. Sampaoli vai ter trabalho!

Após começar bem no primeiro tempo, com o meio de campo atuante, na etapa final, os problemas voltaram a aparecer no time. Uma equipe lenta, sem criatividade e repertório de jogadas. o novo treinador terá muito o que fazer na equipe.

Outra decepção para a Massa

O Atlético-MG terminou a sétima rodada do Estadual na quinta colocação, fora do G4 do campeonato, dos times que avançam às semifinais da competição.

Agenda dos clubes

O próximo compromisso do Galo será o clássico contra o Cruzeiro, sábado, 7 de março, às 19h, no Mineirão. Já o Boa, terá semana dupla. Também encara o Cruzeiro, só que pela Copa do Brasil, na quarta-feira, 4 de março, às 21h30, no Estádio do Melão. Pelo Estadual, jogará contra o América-MG, domingo, dia 8, às 16h, no Independência.


FICHA TÉCNICA

BOA ESPORTE 1 x 1 ATLÉTICO-MG
Data-hora: 1º de março de 2020, às 19h(De Brasília)
Estádio: Melão, Varginha(MG)
Árbitro: Paulo César Zanovelli
Assistentes: Magno Arantes Lira e Augusto Magno de Ramos
Cartões amarelos: Claudeci Caio César(BOA), Igor Rabello(ATL)
Cartões vermelhos:-
Público e renda: não divulgados

Gols: Wesley(contra), aos 32’-1ºT(0-1), Romário,aos 28’-2ºT(1-1)

BOA ESPORTE: Renan Rocha; Yuri, Wesley, Henrique Moura, Ferreira, Caio César, Carlinhos, Claudeci, Nonoca(Denílson, aos 22’-2ºt), Léo Goteira(Cesinha, aos 9’-2ºT) e Jefferson(Romário, aos 18’-2ºT). Técnico: Nedo Xavier


ATLÉTICO-MG: Victor, Guga, Gabriel, Igor Rabello e Fábio Santos. Jair(Marquinhos, aos 37’-2ºT), Allan, Nathan(Savarino, aos 14’-2ºT) e Otero, Hyoran(Zé Welison, aos 23’-2ºT) e Ricardo Oliveira Técnico: James Freitas(Interino)


















































Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também