Atlético-MG e Sport empatam, e Galo perde a chance de virar líder

·2 minuto de leitura
BELO HORIZONTE, MG, 24.10.2020 – ATLÉTICO-MG-SPORT: Partida entre Atlético-MG e Sport, válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro série A 2020, realizada na Arena Independência, em Belo Horizonte, na noite deste sábado (24). (Foto: Fernando Moreno/Agif/Folhapress)
BELO HORIZONTE, MG, 24.10.2020 – ATLÉTICO-MG-SPORT: Partida entre Atlético-MG e Sport, válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro série A 2020, realizada na Arena Independência, em Belo Horizonte, na noite deste sábado (24). (Foto: Fernando Moreno/Agif/Folhapress)

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Atlético-MG perdeu sua oportunidade de dormir na liderança do Brasileirão nesta noite de sábado (24). O terceiro colocado da tabela ficou no empate em 0 a 0 com o Sport, no Mineirão. Mesmo com mais de 20 finalizações na partida, o Atlético parou na excelente atuação do goleiro Luan, principal responsável pela igualdade sem gols no placar.

Com o resultado, o time de Minas vai aos 32 pontos e segue atrás de Flamengo e Internacional (ambos com 34), que se enfrentam neste domingo. O Sport sai de campo comemorando o resultado e vai aos 21, ficando provisoriamente no 11º lugar.

Nos primeiros 40 minutos, a partida foi morna e previsível. O cenário foi parecido com os últimos jogos do Atlético, que teve muito mais posse, mas tocava demais a bola e finalizava mal. Apesar de encontrar um Sport bastante fechado e jogando por uma bola, faltou ao time alvinegro um repertório maior na hora de tentar superar a retranca, seja nas jogadas individuais, infiltrações e/ou chutes de fora da área. No primeiro tempo, isso só aconteceu a partir dos 41 minutos. Savarino (que ainda carimbou a trave), Jair e Keno levaram muito perigo, mas todos os três pararam no goleiro Luan.

Com uma intensidade ainda mais forte, o Atlético começou a amassar o Sport desde cedo no segundo tempo. Mais uma vez, o goleiro Luan foi o protagonista, parando as finalizações de Franco e Keno dentro da área em questão de segundos. Quando não conseguiu tocar a bola, contou de novo com o travessão, que impediu o gol do Atlético.

ATLÉTICO-MG

Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco (Zaracho) e Nathan; Savarino, Keno e Eduardo Sasha (Marrony). T.: Jorge Sampaoli.

SPORT

Luan Polli; Patric, Rafael Thyere, Adryelson e Raul Prata (Júnior Tavares); Chico, Márcio Araújo (Ronaldo Henrique); Ricardinho (Marcos Serrato), Lucas Mugni e Thiago Neves (Marquinhos); Leandro Barcia. T.: Jair Ventura.

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

VAR: Héber Roberto Lopes (SC)

Cartão amarelo: Keno (CAM)

Cartão vermelho: Não teve.