Atlético-MG e Ronaldinho firmam novo acordo para quitar dívida - saiba os detalhes

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Ponto final? O Atlético-MG irá realizar um evento, nesta sexta-feira (23), para falar sobre a própria realidade financeira e informar a lista de credores, que inclui Ronaldinho Gaúcho. O ex-jogador realizou um novo acordo judicial com o Galo, reafirmando a dívida antiga. Assim, o clube irá pagar R$ 6,3 milhões ao ex-atleta, em parcelas, até outubro de 2023.

Tudo começou em 2014, quando Ronaldinho recebia seus direitos de imagem através da empresa Planet Invest, de propriedade de Roberto Assis, irmão do camisa 10. Quando ele rescindiu com o Galo, ficou acordado que o clube mineiro pagaria R$ 7.777.735,90 à empresa. Seriam 22 parcelas de R$ 353,5 mil, começando em outubro daquele ano.

Quando ele entrou na Justiça, em 2016, a Planet Invest cobrava R$ 10.837.601,12, incluindo juros e correção monetária. Um ano mais tarde, as partes acordaram que o Atlético pagaria R$ 13,2 milhões, através de 48 parcelas de R$ 275,4 mil. No início do ano passado, o clube ainda tinha saldo devedor de R$ 5,6 milhões.

R10 em ação pelo Atlético-MG. | Chris Brunskill Ltd/Getty Images
R10 em ação pelo Atlético-MG. | Chris Brunskill Ltd/Getty Images

Em janeiro deste ano, a empresa entrou com ação de execução contra o Galo, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), alegando descumprimento de acordo e informou novo valor: "O valor atualizado do crédito da exequente, acrescido de correção monetária pelo IGPM-FGV e multa de 10% (dez por cento), nos termos do acordo homologado, importa R$ 6.329.444,25(seis milhões, trezentos e vinte e nove mil, quatrocentos e quarenta e quatro reais e vinte e cinco centavos), conforme memória de cálculo".

Os advogados da Planet Invest ainda solicitaram que o clube tivesse nome incluído no Serasa. Contudo, em 7 de abril deste ano, as partes celebraram acordo e estabeleceram o valor em R$ 6,7 milhões. No entanto, com a repactuação do débito, o valor caiu para R$ 6,3 milhões a serem pagos em 30 parcelas entre maio de 2021 e outubro de 2023.

Com informações do ge.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.