Atlético-MG e Botafogo tentam amenizar ano ruim com ida à Sul-Americana

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Já livres do risco de serem rebaixados, Atlético-MG e Botafogo, adversários às 19h30 desta quarta-feira (4), no Mineirão, ainda têm uma meta no Campeonato Brasileiro, a duas rodadas do fim: a classificação para a Copa Sul-Americana de 2020. Se a tabela permanecer como está agora —com o Botafogo na 14ª posição, e o Atlético-MG em 13º—, ambos garantem vaga para o torneio continental do ano que vem. Mas Fluminense e Ceará, 15º e 16º colocados, respectivamente, ainda brigam por classificação na competição. Se vencer o Botafogo, o Atlético já garante sua vaga. O time carioca, por outro lado, não depende só de si para confirmar a classificação já nesta 37ª rodada e precisa contar com um resultado negativo do Fluminense, que encara o Fortaleza em casa, além de ganhar dos atleticanos. "A nossa postura é de um jogo como se fosse uma final, com a maior determinação possível. Garra, força e determinação. Não podemos perder isso. O jogo é como se fosse o jogo da nossa vida, a cabeça não vai mudar.", comentou Marcinho, lateral-direito do Botafogo. Para o duelo contra o Atlético, o time alvinegro terá um desfalque no meio-campo: Alex Santana recebeu o terceiro cartão amarelo no último jogo, contra o Internacional, e está suspenso. Do lado atleticano, quem cumprirá suspensão é o experiente lateral-esquerdo Fábio Santos, também por acúmulo de cartões. ATLÉTICO-MG Cleiton; Guga, Réver, Igor Rabello e Patric; José Welison, Jair, Luan, Cazares e Marquinhos; Di Santo. T.: Vagner Mancini BOTAFOGO Gatito; Fernando (Marcinho), Gabriel, Joel Carli e Yuri; Cícero, Leo Valencia e João Paulo; Luiz Fernando, Rhuan e Diego Souza. T.: Alberto Valentim Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) Horário: 19h30 desta quarta Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)