Atlético-MG diz que novo técnico chegará perto da reapresentação do elenco, no dia 17 de janeiro

·2 min de leitura
Sérgio Coelho voltou a falar da dura realidade financeira do Galo-(Divulgação)


O Atlético-MG emitiu um comunicado para tentar tranquilizar o seu torcedor sobre quem será o próximo treinador do clube. a equipe mineira tenta fechar negócio com Jorge Jesus e também negocia com outro português, Carlos Carvalhal. Ambos seguem no radar do Galo.

Na nota, o time mineiro afirmou que o treinador para 2022 será conhecido perto do retorno do dia, no próximo dia 17 de janeiro, segunda-feira. As férias dos jogadores do elenco principal foram atrasadas porque o Atlético encerrou a temporada no dia 15 de dezembro, quando venceu a Copa do Brasil em cima do Athletico-PR.

Confira a íntegra da nota do alvinegro

"A fim de tranquilizar a Massa Atleticana, e diante das inúmeras especulações sobre o novo comandante da equipe campeã brasileira e da Copa do Brasil, o Atlético esclarece que a diretoria está trabalhando incansavelmente para buscar um profissional que esteja à altura do projeto do Clube, de estar entre os mais vencedores da América Latina, nos próximos anos.

Dentro de um processo criterioso e responsável, e que tem seu rito (que não é rápido), o objetivo final é ter treinador e elenco protagonistas em 2022, assim como ocorreu em 2021. “Esse é um princípio do qual não abrimos mão”, afirma o presidente Sérgio Coelho. “Por isso, faz-se necessário que sejamos perfeccionistas neste processo seletivo, para minimizar chances de erro”.

As negociações têm tido participação direta do presidente Sérgio Coelho; do diretor de futebol Rodrigo Caetano; e de 3 dos 4R's: Renato Salvador, Rafael Menin e Ricardo Guimarães, todos membros do órgão colegiado que participa do processo de cogestão do Clube.

Esse grupo tem feito inúmeras entrevistas com possíveis treinadores e pontuado alguns valores, entre os quais o do respeito à comissão técnica permanente do Galo, que inclui médicos, fisioterapeutas e fisiologistas; analistas de desempenho, treinadores de goleiro e preparadores físicos.
“Estamos trabalhando incansavelmente”, diz Rodrigo Caetano. “Não paramos um dia sequer, desde a saída do Cuca”.

O vice-presidente José Murilo Procópio também acompanha o processo. Em relação ao elenco e possíveis reposições, o trabalho não parou, embora a prioridade neste momento esteja voltada para a busca do comandante técnico.
Até o final da próxima semana, o Atlético deverá ter boas novas para a torcida mais apaixonada e engajada do Brasil. Vamos juntos, Massa!"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos