Atlético-MG domina o Corinthians no Mineirão e vence mais uma rumo ao título do Brasileirão

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Está chegando a hora! Com o Mineirão lotado mais uma vez, o Atlético-MG bateu o Corinthians por 3 a 0 e pavimentou mais um pouco seu caminho rumou ao título do Brasileirão-2021. Com direito a golaço de Keno, bonito gol de Diego Costa em vacilo de Cássio e outro belo tento de Hulk no fim do jogo, o Galo completa a 31ª rodada do campeonato cada vez mais perto da taça, mantendo dez pontos de vantagem na ponta. Já o Timão adiou a entrada no G4.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Galo joga melhor e sai na frente; Cássio vai de vilão a herói

​O primeiro tempo do duelo começou equilibrado, com as duas equipes se estudando, como era esperado. Foi preciso um diferencial atleticano para mudar o panorama. Com liberdade, Diego Costa recebeu pelo meio, ajeitou a bola e bateu para o gol e balançou a rede. No lance, Cássio acabou escorregando ao se posicionar e não conseguiu defender o chute.

A arbitragem era contestada por ambos os lados e aparecia mais do que as chances de gol produzidas pelas equipes na primeira etapa. Com dificuldades de assustar o Galo, o Timão foi levar perigo apenas aos 29 minutos, quando João Victor aproveitou escanteio batido por Fagner e cabeceou por cima do gol.

No fim do primeiro tempo, aos 42 minutos foi a vez de Cássio se redimir. Keno foi até a linha de fundo e cruzou para a área, Diego Costa ajeito de calcanhar e Hulk ficou cara a cara com o goleiro corintiano, que fez um milagre defendendo com uma mão, o que evitou a ampliação do placar. Foi o último e um dos raros lances de perigo da etapa inicial, que teve apenas duas finalizações certas.

Atlético-MG x Corinthians
Atlético-MG x Corinthians

Hulk fez um belo gol na partida (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Galo começa em cima, amplia o marcador e caminha para o título

Na volta para o segundo tempo, Sylvinho tirou Du Queiroz e colocou Gabriel Pereira, colocando o time mais à frente. No entanto, aos cinco minutos, o Galo jogou um balde de água fria no Corinthians, quando Tchê Tchê roubou a bola de Renato Augusto e tocou para Keno, na entrada da área, acertar uma bomba, no ângulo de Cássio, sem chance para o goleiro. Um golaço para ampliar.

Enquanto o Galo teve mais uma chance com Diego Costa, de cabeça, o Corinthians seguia com enorme dificuldade para chegar ao ataque e levar perigo ao adversário. Vitinho e Jô entraram nos lugares de Mosquito e Róger Guedes, mas as novas mudanças de Sylvinho pouco renderam para o time.

Já na reta final da partida e com Cuca mexendo no time para rodar o elenco, o Atlético-MG queria mais, e quase marcou duas vezes: uma em cobrança de falta com Hulk, que foi para fora, e outra com chute de Jair, que foi defendido por Cássio. O Timão ainda teve chance de diminuir: Gabriel Pereira cruzou, Vitinho ajeitou e Giuliano cabeceou para fora, na melhor oportunidade do time.

Mas ainda tinha mais: aos 49 minutos, Hulk recebeu a bola dentro da área, ele fez bonita jogada individual em cima de João Victor e bateu bonito, fora do alcance de Cássio para balançar a rede e fechar o placar em 3 a 0 no Mineirão.

E agora?

Com o resultado, o Atlético-MG pavimenta ainda mais sua liderança e seu caminho para o título somando 68 pontos. O time de Cuca volta a campo na próxima terça-feira, quando enfrenta o Athletico-PR, fora de casa, pela 33ª rodada do Brasileirão. O Corinthians fica na sexta posição, com 47 pontos, mas pode perder seu posto na rodada. Seu próximo compromisso será contra o Cuiabá, neste sábado, na Neo Química Arena, pela 32ª rodada da competição.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 x 0 CORINTHIANS
Local:
Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 10/11/2021 - 19h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Helton Nunes (SC)
VAR: Rafael Traci (Fifa/SC)
Público/renda: 58.714 presentes/R$ 2.956.425,80
Cartões amarelos: Guilherme Arana e Keno (AMG) Fábio Santos e Giuliano (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Diego Costa (13'/1ºT) (1-0), Keno (5'/2ºT) (2-0) e Hulk (49'/2ºT) (3-0)

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano (Guga, aos 19'/2ºT), Réver, Nathan Silva e Guilherme Arana; Allan (Hyoran, aos 38'/2ºT), Tchê Tchê e Zaracho (Nathan, aos 38'/2ºT); Hulk, Keno (Dylan Borrero, aos 33'/2ºT) e Diego Costa (Jair, aos 33'/2ºT). Técnico: Cuca.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Du Queiroz (Gabriel Pereira, no intervalo); Gustavo Mosquito (Vitinho, aos 23'/2ºT), Giuliano e Róger Guedes (Jô, aos 23'/2ºT); Renato Augusto. Técnico: Sylvinho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos