Atlético-MG é um dos quatro clubes brasileiros listados entre os 100 mais valiosos do mundo

A poucos meses da inauguração, o gramado já está em estado avançado de crescimento-(Foto: Atlético-MG/Divulgação)


O Atlético-MG está entre os quatro clubes brasileiros presentes na lista dos 100 clubes mais valiosos do mundo em 2022, segundo levantamento foi feito pela Pluri Consultoria, em parceria com o Lance!. O estudo leva em consideração o valor de mercado de cada elenco ao fim do último ano.

O Galo figura como o terceiro clube mais valioso do Brasil, atrás, apenas, de Palmeiras e Flamengo. Entre os 100 clubes do mundo, o Galo está na 81ª posição, avaliado em € 116,28 milhões (cerca de R$ 650 milhões).

Neste ano, o Atlético-MG vai inaugurar a Arena MRV. A previsão é de que o estádio seja inaugurado em 25 de março. Conforme apresentação do Conselho Deliberativo do clube em novembro de 2022, o empreendimento deve custar cerca de R$ 1 bilhão.


Dentre as premissas do orçamento para a próxima temporada no Atlético-MG, aprovado em reunião no final de dezembro está a previsão de receitas do clube. Com bilheteria, por exemplo, o Galo planeja faturar mais de R$ 71 milhões no ano.


Clube deve se tornar SAF em breve
Recentemente, o Atlético-MG divulgou algumas diretrizes do projeto do clube-empresa. De acordo com o material que foi divulgado, o principal objetivo do Galo é manter o protagonismo no futebol e quitar as dívidas onerosas e emergentes.

O cenário da SAF do Galo é baseado em cinco tópicos: manutenção de um time competitivo, criação de uma base reveladora, equilíbrio financeiro, modernização dos equipamentos (inauguração da Arena MRV e melhorias na Cidade do Galo), desenvolvimento da responsabilidade social, com as ações do Instituto Galo.

Na semana passada, uma reviravolta nas negociações com a Multiplan sobre a venda do shopping Diamond Mall ajudou o Atlético-MG. Após anunciar que iria desistir da compra do empreendimento, a Multiplan informou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na quinta-feira passada (5/1) a aquisição de 24,95% do shopping por R$ 170 milhões.

De acordo com a Multiplan, o valor a ser pago pela aquisição será de R$ 170 milhões, os quais R$ 68 milhões à vista e R$ 102 milhões a serem pagos em 12 parcelas mensais, iguais e sucessivas, indexadas ao IPCA.