Atlético-MG é irredutível, e Gabriel não atua no Botafogo em 2020

Sergio Santana
LANCE!
Zagueiro teve ano de destaque no Rio de Janeiro (Foto: Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Zagueiro teve ano de destaque no Rio de Janeiro (Foto: Foto: Vitor Silva/Botafogo)


O Botafogo perdeu a queda de braço com o Atlético-MG por Gabriel. Por mais que o desejo do Alvinegro fosse o retorno do zagueiro ao Rio de Janeiro em 2020, o Galo, dono dos direitos federativos do jogador de 24 anos, traçou uma linha praticamente irredutível nas negociações e o defensor, por ora, voltará a atuar pelo clube mineiro em 2020. O fato é que o atleta não joga no Glorioso na temporada que está para começar.

Gabriel chegou ao Botafogo no início de 2019, envolvido na negociação que levou Igor Rabello ao Atlético-MG. Por mais que o trato inicial fosse um empréstimo de dois anos, uma cláusula previamente acordada fez com que o Galo solicitasse o retorno do zagueiro a solos mineiros ainda em 2020. Como o defensor se destacou no Glorioso, o clube de BH fez valer o direito e pediu a volta do defensor.

O Botafogo, desde então, tentou negociar alternativas com o Atlético-MG para ter Gabriel em 2020. Como não possui recursos financeiros, a ideia inicial era um novo empréstimo, o que fora descartado de imediato. Depois, o Glorioso estudou envolver ceder jogadores ao time mineiro até o final da temporada, mas nenhum dos nomes chamou a atenção do Galo.



O Atlético-MG manteve uma postura irredutível de aceitar negociar apenas de forma definitiva, algo fora da realidade do Botafogo. Por mais que o desejo de Gabriel fosse ficar no time da Estrela Solitária em 2020 - e ele tenha externado isto para as duas diretorias -, o zagueiro começará a temporada atuando em Minas Gerais.

A vontade do Botafogo é justificável. Mesmo com pouco tempo visitando no dia a dia do Nilton Santos, Gabriel se tornou um dos líderes do elenco. Em 2019, foram 52 partidas e um gol marcado pelo Alvinegro. Nesta quarta-feira, o jogador apareceu na Cidade do Galo para a reapresentação do Atlético-MG.

Sem Gabriel, a equipe comandada por Alberto Valentim inicia a temporada com Joel Carli, Marcelo Benevenuto, Ruan Renato - recém-contratado vindo do Vitória - e Kanu como opções para compor a zaga. Reydson e Laion, defensores que atuaram no time sub-17 em 2019, iniciarão a pré-temporada com o time profissional e podem receber chances no Campeonato Carioca.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também