Atlético-MG é favorito? Cuca vai com "pés no chão" contra o Boca em retomada da Libertadores

·1 minuto de leitura

O Atlético-MG vive momento bastante positivo na temporada. Terceiro colocado no Campeonato Brasileiro depois de um início claudicante, a equipe comandada por Cuca coloca à prova, nesta terça-feira, a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores. Pois o treinador descarta favoritismo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Na rodada de ida das oitavas de final, o time encara o Boca Juniors, em La Bombonera, e a história do clube rival impede de se projetar uma vitória ao natural. "Jogar contra o Boca é sempre difícil. Tem que dividir (favoritismo). São duas grandes equipes. O ponto positivo deles é que estão super descansados. Já o nosso ponto positivo é que viemos com ritmo de jogo", definiu o técnico do Galo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A última partida dos argentinos foi em 31 de maio - eliminação na semifinal do Campeonato Argentino diante do Racing. Nesse meio tempo, ainda se viu com desfalques importantes, como o ídolo Carlos Tevez, que deixou o clube. Já o Atlético-MG entro em campo no último sábado e bateu o América-MG por 1 a 0. Atletas como Nacho Fernández e Dodô aparecem como dúvidas.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos