Oblak segura Leverkusen e Atlético de Madri avança às quartas de final da Champions

Jogadores do Leverkusen no estádio Vicente Calderon em madri, no dia 15 de março de 2017

O Atlético de Madri avançou para as quartas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, depois de controlar a partida e empatar sem gols com o Bayer Leverkusen, aproveitando a vantagem conseguida na Alemanha na primeira partida.

Assim como na temporada 2014/15, os Colchoneros eliminaram o Leverkusen nas oitavas de final, mas desta vez não precisaram das penalidades para avançar na competição.

Os comandados do argentino Diego Simeone venceram a partida de ida, por 4 a 2, e praticamente definiram a classificação no campo dos alemães. Com o Vicente Calderón lotado, os Colchoneros administraram a vantagem e despacharam qualquer chance de uma surpresa germânica.

Para conseguir a classificação, o Bayer precisava vencer por 3 gols de diferença na capital espanhola e apostava as fichas no brilho do mexicano Chicharito Hernández, mas o que reluziu não foi o futebol do atacante, e sim seu novo e diferente corte de cabelo.

É a quarta vez seguida que o Atlético consegue a classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões. Vice-campeões em 2013/14 e 2015/16, perdendo as duas finais para o rival Real Madrid, o time quer voltar a disputar o título para mudar o retrospecto e conseguir a primeira taça do torneio.

- Sem criatividade -

Precisando do resultado, o Leverkusen iniciou a partida pressionando os madrilenhos. A primeira jogada de perigo chegou aos 4 minutos, com chute de Kevin Volland raspando a trave do goleiro esloveno Jan Oblak.

Depois do susto, os anfitriões acalmaram o jogo e tiveram chance de abrir o placar, aos 14 minutos. O belga Yannick Carrasco recebeu dentro da área, limpou o zagueiro, mas na hora do chute foi travado.

No contra-ataque, Brandt recebeu livre pela esquerda e teve oportunidade de ouro de abrir o placar e colocar fogo no jogo. O meia tentou limpar o lance, mas foi lento e José Giménez apareceu para desarmar a jogada.

O Bayer até tinha mais posse de bola que o Atlético, mas não conseguia propor muitas jogadas de perigo e faltava criatividade no setor ofensivo da equipe. Quem mais assustava a meta adversária eram os donos da casa, apostando em contra-golpes e na força das bolas alçadas pelo alto.

Mas a melhor chance dos espanhóis veio com a bola no pé. Depois de bela troca de passes, Ángel Correa saiu na cara de Leno e bateu forte no canto. O goleiro se esticou e evitou o primeiro gol do jogo, aos 37 minutos. Dois minutos depois, Leno salvou os alemães outra vez, voando para buscar chute cruzado de Koke no cantinho.

Chicharito teve sua chance, aos 41 minutos, ao receber passe aéreo de Kampl dentro da área. O centroavante encheu o pé, mas o uruguaio Godín acompanhou o mexicano e protegeu a meta espanhola.

- Oblak em grande dia -

Na volta do intervalo, o roteiro mais esperado era ver o Bayer partir pro tudo ou nada pra cima dos espanhóis. Mas o time de Simeone voltou atento na segunda etapa, melhor na marcação e conseguindo brechas no ataque.

Discreto na partida, o francês Antoine Grizmann deu uma pequena amostra do seu talento, aos 12 minutos, e quase marcou um golaço de cobertura. A bola passou perto da trave e não quis colaborar com a pintura.

O Bayer não tinha chegado com perigo nenhuma vez na segunda etapa. Até que aos 23 minutos o time teve três chances de marcar, mas Oblak fez milagre. Primeiro, o goleiro salvou chute cara a cara de Brandt. No rebote, Volland teve a segunda chance e bateu duas vezes em cima do esloveno. Na sobra, Chicharito tentou, mas foi parado pela defesa espanhola.

O susto deixou Simeone louco e o treinador pedia que o time controlasse a bola no campo de ataque. A equipe tentou cumprir as ordens, mas Oblak teve que trabalhar mais duas vezes para evitar o gol dos alemães. O arqueiro defendeu tiros de Leon Bailey e Karim Bellarabi, aos 34 e 35 minutos.

Mesmo com a iminente eliminação, o Bayer tentou fazer o gol de honra no Calderón, mas o tempo passou e o juiz apitou o fim da partida, confirmando a classificação dos Colchoneros.

O sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões vai ser realizado na sexta-feira, dia 17 de março, e as partidas vão ser disputadas em abril.