Atlético-GO leva virada do Antofagasta no fim e perde 100% de aproveitamento na Sul-Americana

Antofagasta e Atlético-GO se enfrentaram nesta quarta-feira no Chile (Edgard CROSS-BUCHANAN / AFP)


A noite parecia ser mais uma de festa para o Atlético-GO na Copa Sul-Americana. No Chile e com time reserva, o Dragão foi melhor que o Antofagasta em grande parte do jogo desta quarta-feira e saiu na frente com Noga. Contudo, já na reta final do confronto, Flores e López viraram o placar, quebraram o 100% de aproveitamento dos goianos na competição e definiram a vitória chilena: 2 a 1.

Os três pontos foram os primeiros dos "Pumas" no campeonato, mas a equipe segue em último no grupo. Enquanto isso, os comandados de Umberto Louzer são líderes com seis. Agora, as duas equipes voltam a campo pela Copa Sul-Americana na próxima quarta-feira (4), às 19h15. Em casa, o Atlético-GO encara o Defensa y Justicia, da Argentina. Enquanto isso, no Chile, o Antofagasta duela contra a LDU.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

DRAGÃO NA FRENTE
Apesar de jogar fora de casa e com time praticamente todo reserva, o Atlético-GO se mostrou melhor que o Antofagasta no primeiro tempo. Logo nos movimentos iniciais, González teve que trabalhar para evitar que Hayner ou Churín abrissem o placar.

O goleiro do time da casa ainda foi providencial em dois lances ao longo da etapa inicial. No primeiro, ele evitou um golaço de Leandro Barcia e, no segundo, espalmou cabeçada de Churín. Contudo, nos acréscimos, não houve o que González pudesse fazer quando Noga apareceu no meio da defesa e tocou para a bola para o fundo da rede, levando o 1 a 0 a favor do Dragão para o intervalo.

VIRADA AMARGA
Assim como foi na etapa inicial, o Atlético-GO criou as principais chances de gol ao longo do segundo tempo. A equipe comandada por Umberto Louzer novamente parou em algumas defesas de González e chegou a ver uma bola triscar no travessão antes de sair.

Com o placar adverso, o Antofagasta finalmente conseguiu impor uma pressão nos minutos finais. Aos 37 minutos, Ronaldo derrubou López e o pênalti foi marcado. Na cobrança, Jason Flores deslocou o goleiro e deixou tudo igual. Empolgado pelo gol, o time chileno seguiu pressionando e conseguiu a virada. Aos 44, Souper desviou cruzamento e López apareceu na segunda trave para matar o jogo.

FICHA TÉCNICA
ANTOFAGASTA 2 X 1 ATLÉTICO-GO
​​​​​​​
Local: Bicentenário Regional, em Antofagasta (Chile)
Data e hora: 27/04/2022 - 21h30 (de Brasília)
Árbitro: José Méndez (PAR)
Assistentes: José Villagra (PAR) e Luís Onieva (PAR)
​Cartões amarelos: Edson Fernando, Ronaldo, Ramon Menezes (Atlético-GO), Collao, Jason Flores, Ledezma (Antofagasta)
Cartões vermelhos: Hayner (Atlético-GO), Robles (Antofagasta)

GOLS: Gabriel Noga (46'/1°T) (0-1), Jason Flores (41'/2°T) (1-1), Manuel López (44'/2°T) (2-1)

ANTOFAGASTA (Técnico: Diego Reveco)

Ignacio González; Nieto, Vega, Robles e Cordero; Cuadra (Souper, aos 42'/2°T), Orellana (Ahumada, aos 22'/2°T) e Collao; Jason Flores, Manuel López e Hurtado (Tello, aos 22'/2°T).

ATLÉTICO-GO (Técnico: Umberto Louzer)

Ronaldo; Hayner, Gabriel Noga, Ramon Menezes e Arthur Henrique (Jefferson, aos 34'/2°T); Gabriel Baralhas (Marlon Freitas, aos 34'/2°T), Edson Fernando e Shaylon (Léo Pereira, aos 46'/2°T); Leandro Barcia (Jorginho, aos 22'/2°T), Airton (Wellington Rato, aos 22'/2°T) e Diego Churín.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos