Atlético, Barcelona e Real terão disputa de título mais dura em anos

·2 minuto de leitura
Campeonato Espanhol

MADRI (Reuters) - Barcelona e Real Madrid disputaram o título do Campeonato Espanhol entre si muitas vezes, ultrapassando a marca dos 95 pontos enquanto todos os outros lutavam para ser os melhores do segundo escalão.

Mas a dez jogos do final desta temporada, o Atlético de Madri lidera a tabela no que parece um ano em que 85 pontos podem bastar para garantir o troféu.

A disputa do título ruma para ser a mais acirrada em algum tempo, já que só 6 pontos separam o primeiro colocado do terceiro e os três times ainda nutrem esperanças da conquista.

O Atlético viaja para enfrentar o quarto colocado Sevilha no domingo no que, no papel, será uma das partidas mais duras entre as que restam.

"Todos sabem que ligas são conquistadas nesta parte da temporada", disse Koke, capitão do Atlético.

"Não podemos pensar se somos favoritos ou não, mas as pessoas talvez digam isso pela situação dos pontos. Barça e Madrid são dois dos melhores times do mundo e lutarão até o fim, como nós".

"Se não conquistarmos a liga espanhola, será sofrido para todos nós. Investimos muito nesta temporada, tivemos pessoas afastadas pela Covid, lesões, e talvez isso esteja nos fazendo sofrer um pouco agora."

O atacante João Felix e o meia Yannick Carrasco passarão por exames físicos finais por terem se contundido jogando pelas seleções de Portugal e Bélgica, respectivamente.

O Barcelona, que está na segunda colocação da liga e quatro pontos atrás do Atlético, terá a chance de capitalizar qualquer deslize na segunda-feira quando receber o Real Valladolid.

A equipe de Ronald Koeman é o exemplo a ser seguido na Espanha, já que não perde na liga desde dezembro e venceu 15 de seus 18 embates de lá para cá.

Com uma desvantagem de 6 pontos, o terceiro colocado Real recebe, no sábado o Eibar, que está na zona de rebaixamento, e na semana que vem disputa a partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões com o Liverpool.

(Por Joseph Walker)