Ativista dos direitos LGBTQ+ invade o campo de Alemanha x Hungria com bandeira arco-íris

·1 minuto de leitura


Antes do confronto entre Alemanha e Hungria nesta quarta-feira, um ativista dos direitos LGBTQ+ invadiu o campo da Allianz Arena, em Munique, segurando uma bandeira arco-íris. O protesto é uma resposta às escolhas da Uefa de reprimir o posicionamento da Federação Alemã.

Veja a tabela da Eurocopa

Durante a execução dos hinos nacionais, um homem invadiu o campo da Allianz Arena portando uma bandeira arco-íris para protestar contra o posicionamento da Uefa de reprimir a defesa dos direitos LGBTQ+ e também contra as decisões do governo húngaro contra a homossexualidade.

A Federação Alemã havia decidido mudar as luzes da Allianz Arena para as cores da bandeira arco-íris para apoiar a comunidade LGBTQ+ em meio à aprovação de uma lei na Hungria que restringe os direitos de informação dos jovens com relação à homossexualidade e transexualidade.

A decisão da cidade de Munique e da Federação Alemã, porém, foi considerada como um ato político pela Uefa, que proibiu a mudança das luzes da Allianz Arena. Dessa forma, muitos torcedores alemães foram ao estádio com a bandeira arco-íris.

No Twitter, a Federação de Futebol da Alemanha postou uma foto em que a bandeira arco-íris aparece ao lado da bandeira do país.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos