Athletico vence o Flamengo em jogo de equilíbrio e poucas emoções na Arena

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Arão em ação na derrota do Flamengo para o Athletico (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Além de conseguir o primeiro gol no Campeonato Brasileiro, o Athletico-PR venceu o Flamengo em um jogo equilibrado, pouco inspirado dos visitantes e de raras chances. De pênalti, David Terans foi quem marcou e o herói vitória por 1 a 0, neste sábado, na abertura da terceira rodada, na Arena da Baixada.

O Athletico chega aos primeiro três pontos no Brasileirão, enquanto o Flamengo estaciona nos quatro pontos.

CANHOTA DE QUALIDADE E DECISIVA

Se o Flamengo não teve Everton Ribeiro (poupado) para construir jogadas no primeiro tempo, o Athletico teve o seu meia canhoto com qualidade refinada sendo decisivo. E ele foi o destaque da parte inicial. Num momento em que o jogo estava equilibrado e com raras chegadas ao ataque, David Terans acertou a trave em lance de contragolpe. Mas, cinco minutos depois, Isla cometeu pênalti tolo em Cirino, convertido justamente por Terans - o melhor em campo, com certa folga. Hugo ainda tocou na bola.

O Athletico iniciou apenas assistindo às trocas de passes do Fla, inócuas e que só renderam escanteios. Aliás, Arão errou uma saída de bola, dentro da área, e resultou no primeiro lance destacável do jogo.

CARTADAS PARA O 'TUDO OU NADA'

Paulo Sousa buscou complicar a vida do Fábio Carille ao retornar para o segundo tempo com Everton Ribeiro no lugar de Lázaro, que vinha mal tecnicamente - assim como o restante do time. O camisa 7 passou a atuar ao lado de Arrascaeta para povoar o meio; Gabi e Andreas também entraram nos lugares de Gomes e Thiago Maia, o que expôs o time em busca do "tudo ou nada".

A tentativa pelo sufoco não surtiu o efeito esperado. Houve arremates de fora do Andreas, algumas bolas alçadas na área causaram frio na espinha dos torcedores mandantes, como uma em que sobrou para Everton arriscar, mas nenhuma oportunidade cristalina foi produzida. Bento se mostrou seguro, além de ter visto a entrada de sua área bem protegida, com uma pilha de defensores na reta final armando um exitoso ferrolho.

> Veja a tabela do Brasileirão

PRÓXIMOS JOGOS

O Flamengo, agora, vira a chave para a Libertadores. O próximo confronto será fora de casa e diante da Universidad Católica, nesta quinta, pela terceira rodada do Grupo H. Já o Athletico, idem, terá o Libertad, na terça, no Paraguai e pelo Grupo B do torneio continental.

FICHA TÉCNICA
Athletico x Flamengo - 3ª rodada do Brasileiro
Estádio:
Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e hora: 23 de abril de 2020, às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) e Neuza Ines Back (FIFA/SP)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
​Gramado: ótimo
Cartões amarelos: Matheus Felipe , Christian, Orejuela (CAP) / Pablo, Marinho (FLA)
Cartões vermelhos: -

GOL: David Terans, 31/'1ºT (1-0)

ATHLETICO (Técnico: Fabio Carille)
Bento; Orejuela (Pedro Rocha, 38'/2ºT), Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner; Pablo Siles (Christian, 18'/1ºT), Bryan García e David Terans (Marlos, 38'/2ºT); Canobbio, Vitinho (Lucas Halter, 38'/2ºT) e Marcelo Cirino (Pablo, 25'/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Paulo Sousa)
Hugo Souza; Willian Arão, Pablo e Léo Pereira; Isla, João Gomes (Andreas Pereira, 17'/2ºT), Thiago Maia (Gabigol, 17'/2ºT) e Lázaro (Everton Ribeiro, intervalo); Marinho (Diego Ribas, 25'/2ºT), Arrascaeta e Pedro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos