Athletico vence o Juventude na Arena da Baixada e se aproxima do G6

·4 minuto de leitura


O Athletico-PR entrou de vez na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem. O Furacão aproveitou a vantagem de ter um jogador a mais durante grande parte do jogo e venceu o Juventude, de virada, na noite deste sábado (18), por 2 a 1, na Arena da Baixada. Os gols dos donos da casa foram marcados pelos atacantes Bissoli e Renato Kayzer enquanto Ricardo Bueno balançou as redes para os visitantes.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

A vitória na Arena da Baixada levou o Athletico aos 27 pontos e garantiu ao Furacão do técnico interino Paulo Autuori acordar neste domingo na oitava posição do Brasileirão.

A derrota fora de casa atrapalhou os planos do Juventude em subir na tabela do Campeonato Brasileiro e estacionou a equipe de Marquinhos Santos próxima do Z4. Sem pontuar neste fim de semana e dono de apenas 23 pontos, a diferença da equipe da Serra Gaúcha para o América-MG - primeiro time dentro da zona de rebaixamento - é de apenas dois pontos.

Primeiro tempo:

A primeira chegada com perigo do jogo saiu aos 20 minutos. Após boa saída em velocidade, Terans carregou a bola e soltou uma bomba no ângulo direito para uma ótima defesa de Douglas.

O Juventude ficou com um jogador a menos logo aos 21 minutos da primeira etapa. O zagueiro improvisado na lateral-esquerda Rafael Forster deu um pisão no tornozelo de Nikão e foi expulso após revisão da arbitragem com auxílio do VAR.

Aos 35 minutos o Furacão chegou novamente assustando a defesa do Juventude. Após ótima arrancada, Nikão invadiu a área e tentou o chute, mas foi travado na hora H pela marcação.

Principal criador de chances do Furacão, Terans deu trabalho para Douglas novamente aos 36 minutos. O meia uruguaio recebeu e soltou um foguete para mais uma ótima defesa do arqueiro da equipe gaúcha.

Aos 38 minutos o Juventude assustou a defesa do Furacão pela primeira vez. Ricardo Bueno recebeu dentro da área e o chute do centroavante encontrou as redes do Athletico, mas do lado de fora.

Segundo tempo:

O primeiro lance de perigo da segunda etapa saiu logo aos dois minutos. Marcinho cruzou na medida para Bissoli testar com força no canto esquerdo e obrigar Douglas a trabalhar.

Aos oito minutos, o Juventude teve sua maior chance do jogo. Guilherme Castilho foi derrubado por Marcinho dentro da área e a arbitragem assinalou penalidade máxima para os visitantes. Na cobrança aos 10 minutos, Ricardo Bueno chutou no meio e abriu o placar.

Aos 15 minutos o VAR atuou novamente e corrigiu um erro da arbitragem de campo. Paulinho Bóia cortou um cruzamento de Abner com a mão dentro da área. Na cobrança aos 17 minutos, Bissoli também chutou no meio e igualou o placar na Arena da Baixada.

Pressionando, o Athletico quase virou o jogo aos 20 minutos. Após cruzamento pela esquerda, Douglas espalmou e a bola sobrou para Marcinho, que dividiu com a defesa e só não parou nas redes graças ao corte do zagueiro Vitor Mendes.

De tanto apertar, o Athletico chegou ao segundo gol aos 25 minutos. Após ótimo cruzamento de Abner pela esquerda, Renato Kayzer se antecipou ao goleiro Douglas e testou para o fundo das redes livres do Juventude.

O Athletico chegou novamente aos 37 minutos. Após cobrança de falta pela esquerda, a bola sobrou na direita para Zé Ivaldo, que chutou forte para mais uma boa defesa de Douglas.

Atrás do placar, o Juventude assustou o goleiro Santos novamente aos 40 minutos. Wescley chutou de muito longe e quase encobriu Santos, que conseguiu dar um tapa para fora e jogar a bola para escanteio.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 2 X 1 JUVENTUDE:


Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data e hora: 18/09/2021 - 18h45 (de Brasília)
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Cleberson do Nascimento Leite (CE)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA-MG)
Cartões amarelos: Nicolas, Nikão, Erick, Bissoli, Zé Ivaldo (CAP); Douglas (JUV)
Cartões vermelhos: Rafael Forster (JUV)

GOLS: Ricardo Bueno (10'/2°T) (0-1), Bissoli (17'/2°T) (1-1), Renato Kayzer (25'/2°T) (2-1)

​ATHLETICO-PR: Santos; Zé Ivaldo, Lucas Fasson e Nicolas (Pedro Rocha, aos 0/2ºT); Marcinho (Khellven, aos 27/2ºT), Erick (Richard, aos 27/2ºT), Christian (Renato Kayzer, aos 18/2ºT) e Abner; Nikão, David Terans (Léo Cittadini, aos 27/2ºT) e Bissoli. Técnico: Paulo Autuori.

JUVENTUDE: Douglas; Michel Macedo (Fernando Pacheco, aos 31/2ºT), Quintero, Vitor Mendes e Rafael Forster; Jadson, Dawhan e Guilherme Castilho (Wescley, aos 31/2ºT); Capixaba (Alyson, aos 26/1ºT), Paulinho Bóia (Paulo Henrique, aos 24/2ºT) e Ricardo Bueno. Técnico: Marquinhos Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos