Athletico vence causa movida pelo Coritiba sobre final do estadual de 2018

Futebol Latino
LANCE!
Em 2018, o Athletico derrotou o Coritiba na final na Arena da Baixada (Foto: Miguel Locatelli/ Site oficial)
Em 2018, o Athletico derrotou o Coritiba na final na Arena da Baixada (Foto: Miguel Locatelli/ Site oficial)


A 17ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) deu ganhou de causa ao Athletico-PR em processo movido pelo seu arquirrival, o Coritiba, mediante a situação que ocorreu quando os dois times jogaram a decisão do Campeonato Paranaense em 2018.

Com a decisão expedida pelo juiz Adriano Vieira de Lima nessa terça-feira (19), além de não conseguir qualquer tipo de indenização, o clube do Alto da Glória ainda terá de ressarcir o Rubro-Negro da Baixada em relação aos valores de honorários dos advogados, calculados em R$ 75 mil.

ENTENDA O CASO

Como o Furacão não entrou em acordo com a Rede Globo via afiliada RPC sobre os direitos de transmissão (ao contrário do Coxa), o clube exibiu somente pelo YouTube a decisão do torneio vencido pelo Rubro-Negro e sem autorizar a entrada da equipe de TV.

Depois do ocorrido, o time Alviverde entrou na justiça contra seu rival alegando dano moral por não ter tido o direito de exercer os direitos de transmissão na TV. O valor pedido pelo jurídico do Coxa foi de R$ 750 mil tentando se basear em outra ação semelhante onde o Athletico cobrou com sucesso uma indenização de R$1,5 milhão no ano de 2016.

Todavia, ao contrário do que a equipe jurídica do Coritiba gostaria, o entendimento do juiz responsável foi de que o clube não tinha competência para pedir o ressarcimento, mas sim a RPC.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também