Athletico-PR x Flamengo: em súmula, árbitro explica cartão amarelo de Renato Kayzer

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A CBF divulgou a súmula da partida entre Athletico-PR e Flamengo, que terminou empatada em 2 a 2 na última terça-feira, na Arena da Baixada, pela quarta rodada do Brasileirão. Nela, o árbitro Marielson Alves Silva explicou o cartão amarelo aplicado para Renato Kayzer, do Furacão, após a falta cometida em Léo Pereira, do Fla. Veja abaixo:

> ATUAÇÕES: Gabigol e Michael vão bem em empate frustrante do Flamengo

- Por golpear o seu adversário de maneira temerária fora da disputa de bola - escreveu o árbitro.

No lance, Renato Kayzer acerta Léo Pereira com socos e um chute. Assim, Marielson apresentou o cartão vermelho direito para o atacante do Athetico-PR. Entretanto, o árbitro foi chamado ao VAR, reviu o lance e trocou a cor do cartão para amarelo.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

A anulação da expulsão gerou revolta por parte da torcida, jogadores e dirigentes do Flamengo. Por meio de uma rede social, Bruno Henrique, que não jogou pois cumpria suspensão automática, e o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee criticaram o fato (veja mais aqui).

Além deles, o técnico Renato Gaúcho, durante a entrevista coletiva, fez duras críticas ao VAR. O treinador disse que o recado que foi passado com a não expulsão é de que "pode agressão no futebol".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos