Athletico-PR e Bragantino chegam em Montevidéu para final da Sul-Americana

·2 min de leitura
David Terans, do Athletico-PR, na chegada ao Aeroporto Internacional de Carrasco, em Ciudad de la Costa, Uruguai, em 17 de novembro de 2021 (AFP/PABLO PORCIUNCULA)

Sem grandes novidades no elenco, os brasileiros Athletico-PR e Red Bull Bragantino desembarcaram em Montevidéu nesta quarta-feira, onde, no sábado, disputarão a final da Copa Sul-Americana-2021.

O 'Furacão' decolou à tarde do aeroporto internacional de Curitiba, onde dezenas de torcedores chegaram para se despedir do time comandado por Alberto Valentim.

O técnico rubro-negro convocou trinta jogadores, entre eles experientes como Nikão, Thiago Heleno e o uruguaio David Terans, para tentarem conquistar o seu segundo título da Sul-Americana, depois do obtido em 2018.

"Agora é foco total para buscarmos esse título", disse Valentim, que assumiu o comando da equipe após a saída do português Antonio Oliveira, em setembro.

Já o Bragantino viajou mais cedo à capital uruguaia para disputar sua primeira final internacional.

Com os meias Ramires e Lucas Evangelista lesionados, o técnico Mauricio Barbieri comandou um elenco em que se destacam o zagueiro Léo Ortiz, o meia argentino Tomás Cuello e os atacantes Artur e Ytalo.

"Temos plenas condições de ir lá e sair com resultado positivo", garantiu o atacante Alerrandro.

As duas equipes perderam as últimas partidas, na terça-feira, pela 33ª rodada do Brasileirão. O Furacão foi derrotado por 1 a 0 pelo líder Atlético-MG em Curitiba, enquanto o Bragantino perdeu por 3 a 0 para o Grêmio em Porto Alegre.

Tanto o Athletico-PR, que no momento é décimo primeiro colocado do campeonato, quanto o time paulista, quarto, escalaram reservas.

A final sul-americana será a primeira das três disputas internacionais que acontecerão em Montevidéu neste e no próximo final de semana.

No sábado, no lendário estádio Centenário, Athletico-PR e Bragantino lutarão pela final da Sul-americana e um dia depois, no Gran Parque Central, Corinthians e as colombianas do Independiente Santa Fe definirão as vencedoras da Copa Libertadores feminina.

No sábado, dia 27, no Estádio Centenário, Flamengo e Palmeiras disputam a final da Libertadores, consolidando o domínio brasileiro nos principais torneios de clubes do continente.

raa/jm/ma/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos