Athletico-PR e Atlético-GO empatam por 1 a 1 na penúltima rodada do Brasileiro

GOIÂNIA, GO, 09.11.2022 - Partida entre Atlético-GO e Athletico-PR, válida pelo Campeonato Brasileiro 2022, realizada no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), nesta quarta. Foto: Isabela Azine/AGIF/Folhapress)
GOIÂNIA, GO, 09.11.2022 - Partida entre Atlético-GO e Athletico-PR, válida pelo Campeonato Brasileiro 2022, realizada no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), nesta quarta. Foto: Isabela Azine/AGIF/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Athletico-PR e o Atlético-GO empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (9), no Antônio Accioly, em Goiânia (GO), pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Shaylon ajudou os anfitriões a saírem na frente aos cinco minutos da segunda etapa, e Terans buscou a igualdade para os visitantes aos 15.

Com o resultado, o Athletico-PR soma 55 pontos e segue na sexta posição, que garante acesso direto à fase de grupos da pré-Libertadores.

O clube goiano, por sua vez, continua em 17º, com 35 pontos, e se complica na disputa pela permanência na Série A. O Cuiabá, primeiro time fora do Z4, soma 38 pontos, e ainda joga nesta quinta-feira (10) contra o Atlético-MG.

O Atlético-GO encerra a temporada neste domingo (13), quando visita o América-MG no Independência, em Belo Horizonte (MG), às 16h. Em confronto pela Libertadores, o Athletico-PR recebe o Botafogo no mesmo dia e horário, na Arena da Baixada.

Estádio: Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Rafael as Silva Alves (Fifa/RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (Fifa/RS)

Cartões amarelos: Baralhas (Atlético-GO)

Gols: Shaylon (ATL), aos 5', e Terans (ATH), aos 15'/2ºT.

ATLÉTICO-GO

Diego Loureiro; Dudu (Edson Fernando), Lucas Gazal, Wanderson (Klaus) e Jefferson (Jorginho); Willian Maranhão (Marlon Freitas), Baralhas e Wellington Rato; Airton (Kelvin), Churín e Shaylon. Técnico: Eduardo Souza

ATHLETICO-PR

Bento; Khellven, Pedro Henrique (Nico Hernández), Matheus Felipe e Abner; Fernandinho, Erick (Vitor Bueno) e Terans; Cuello (Alex Santana), Pablo (Vitor Roque) e Vitinho (Rômulo). Técnico: Luiz Felipe Scolari