Athletico-PR é goleado pelo Strongest (5-0) no Grupo B da Libertadores

Juan Cascini, comemora após marcar contra o Athletico-PR na partida da fase de grupos da Libertadores, no estádio Hernando Siles, em La Paz, em 3 de maio de 2022 (AFP/JORGE BERNAL) (JORGE BERNAL)

O Athletico-PR foi goleado pelo boliviano The Strongest (5-0) nesta terça-feira nos 3.600m de altitude de La Paz, pela quarta rodada do Grupo B da Copa Libertadores, e se complicou na luta por uma vaga nas oitavas de final.

Os gols foram marcados por Enrique Triverio (33 e 51), Martín Prost aos 70, Bautista Cascini nos acréscimos (90+1) e Carvalho logo depois (90+5).

Com os resultados da rodada, o paraguaio Libertad continua sendo o líder da chave com 7 pontos, seguido pelo Strongest e o venezuelano Caracas, ambos com 5, enquanto o Furacão é o lanterna com 4.

A partida no estádio Hernando Siles em La Paz começou equilibrada, com o time paranaense buscando jogo desde os primeiros minutos, sem se deixar abalar pelos temidos 3.600 metros de altitude.

Inclusive logo aos 6 minutos Lucas Halter mandou a bola no travessão.

Mas o Strongest começou a equilibrar o jogo, buscando sua principal arma no ataque, Triverio, que dava sinais de que seria o destaque da noite.

O Furacão recorria com mais frequência a Vitinho, que colocou em apuros a defesa local.

Mas o 'Tigre de Achumani' não baixou a guarda e repetiu sua estratégia preferida: pressionar desde os primeiros minutos e buscar os disparos de meia e longa distância.

O The Strongest abriu o placar aos 32 minutos, por meio de Triverio, que recebeu um passe de Gabriel Esparza, e de cabeça superou o goleiro visitante Bento, enquanto a defesa ficou parada.

O mesmo Triverio, com outra grande cabeçada, de longa distância, aumentou aos 51 minutos.

- Luta acirrada por vaga nas oitavas -

O time de La Paz manteve a pressão sobre a meta adversária, embora até então não tenha se mostrado tão merecedor do resultado. Mas o futebol é o esporte das surpresas.

O The Strongest chegou ao terceiro gol, aos 70 minutos de jogo, com um lance de bola parada: uma cobrança de falta em que Triverio encontrou Martin Prost, que, também de cabeça, superou o goleiro brasileiro.

E para fechar uma grande noite, a equipe boliviana chegou ao seu quinto gol. Fernando Saucedo cobrou uma falta aos 90+5, a bola saiu ao lado, ligeiramente desviada pelo zagueiro Erick Carvalho.

Com o resultado, a equipe boliviana entrou cm tudo na luta por uma vaga nas oitavas de final, enquanto o Athletico-PR tem seus dois últimos jogos em casa.

Para a quinta e próxima rodada, o 'Tigre de Achumani' visita o Caracas, enquanto o Furacão recebe o Libertad.

jac/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos