Ataque do Santos trava após saída de Kaio Jorge para a Juventus

·1 minuto de leitura


O Santos foi eliminado das quartas de final da Copa Sul-Americana. No duelo de ida venceu o Libertad por 2 a 1, mas perdeu no Paraguai por 1 a 0 e pelo critério do gol fora de casa e a equipe de Assunção avançou às semifinais.

Alguns números mostram que o ataque santista travou após da saída de Kaio Jorge, artilheiro do clube na temporada com oito gols. São sete partidas sem o camisa 9 e apenas oito gols marcados, a mesma quantia do atacante na temporada.

Dos oito gols marcados, 4 gols na goleada sobre a Juazeirense, um time da Série D, pela Copa do Brasil. Nos outros seis jogos, o Peixe marcou apenas quatro gols, sendo 2 de pênalti (contra Chapecoense e Libertad, pelo Brasileiro e Sul-Americana, respectivamente); 1 gol contra diante o próprio Libertad e apenas um com Carlos Sánchez de cabeça contra o Fortaleza, pelo Brasileiro.

Quatro desses oito gols foram marcados pelo meia Carlos Sánchez, que se recuperou de uma cirurgia na LCA e vêm sendo titular absoluto com Fernando Diniz. O técnico inclusive tem optado pela formação com quatro homens no meio de campo, uma vez que o Santos ainda não tem um jogador de referência de área.

Marcos Leonardo, Raniel e Bruno Marques são opções no banco. Inclusive, Diniz iniciou a partida no Paraguai com a mesma formação e e terminou a partida com os três centroavantes em campo. Mesmo assim o Santos não conseguiu balançar as redes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos