Atacante se vê como ponta e refuta comparações com Marlone

O atacante Clayton foi trocado pelo meia Marlone, e provavelmente será inscrito nas fases decisivas do Campeonato Paulista, na vaga do atleta que foi para o Atlético-MG. Ainda assim, em sua apresentação, o jovem de 21 anos refutou qualquer comparação com o ex-corintiano.

“É diferente, não dá para comentar do Marlone, ele é um meia que puxa mais para dentro. Eu sou segundo atacante, jogo mais pela beirada”, explicou o atleta. Se atuar em sua posição de preferência, Clayton disputará vaga com os jovens Léo Jabá e Pedrinho, além do paraguaio Romero, que costumam ser as opções de Carille. Os meias Jadson e Maycon também já jogaram abertos em 2017.

O atacante revelado pelo Figueirense garantiu, acima de tudo, que terá o máximo empenho para ganhar espaço no time de Fábio Carille. Ele se mostrou afinado com o pedido do treinador, que exige máxima atenção defensiva, mesmo dos atacantes.

“Vou disputar vaga aqui, o futebol é assim. Tenho que mostrar meu melhor, fazer gols e dar assistências, ajudar na marcação e no ataque”, analisou Clayton. Em 2017, ele atuou poucas vezes pelo Atlético-MG, marcando um gol, pela Primeira Liga, contra a Chapecoense, em partida na qual o técnico Roger Machado escalou um time reserva.

Com contrato até o fim do ano, o jogador não quer perder tempo para estrear pelo Timão. Ele espera ser inscrito no mata-mata do Campeonato Paulista, e garantiu estar pronto para participar dos jogos assim que Carille desejar.

Nesta quarta-feira, ainda sem Clayton, o Timão pega o Linense, no estádio de Itaquera, pela 12ª e última rodada da fase inicial do Estadual. Com 21 pontos, o Alvinegro já tem a primeira posição do grupo A garantida, e espera confirmar a segunda colocação no geral, atrás apenas do Palmeiras, que já soma 25 e não pode ser alcançado.

*Especial para a Gazeta Esportiva