Atacante Gakpo chega a 3 gols e se torna o astro da Holanda na Copa do Qatar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos destaques do Barcelona (Espanha), o atacante Memphis Depay chegou à Copa do Mundo do Qatar como o principal astro do ataque holandês. Três jogos depois, no entanto, ele se vê na sombra de um companheiro, o ponta esquerda Cody Gakpo.

Mesmo antes do Mundial, Gakpo, de 23 anos, já estava na mira de clubes ingleses devido ao seu crescimento técnico nas duas últimas temporadas pelo PSV Eindhoven, de sua cidade natal.

Após a Copa, a tendência é que o assédio aumente sobre o jogador, que tem assumido a responsabilidade pelo ataque holandês no Qatar. Ele se tornou o primeiro jogador do país a marcar um gol em suas três primeiras partidas em Mundiais. E também é o quarto a marcar pela terceira vez consecutiva em uma partida da principal competição do futebol, depois de Johan Neeskens (1974), Dennis Bergkamp (1994) e Wesley Sneijder (2010).

Destro, o atacante normalmente atua pelo lado esquerdo do ataque. Sua principal jogada é cortar para o meio e driblar os adversários até achar espaço para finalizar. No entanto, nos duelos da Copa ele mostrou sua versatilidade e também marcou de cabeça e de perna esquerda.

Ele abriu o placar na vitória por 2 a 0 da Holanda sobre Senegal, na estreia, de cabeça. Depois, de canhota, anotou o único gol do empate por 1 a 1 com o Equador e finalizou de direita para fazer o primeiro da vitória por 2 a 0 sobre o Qatar, nesta terça (29), que garantiu a liderança do Grupo A e a vaga nas oitavas de final.

Com os três gols, Gakpo lidera a lista de artilheiros da Copa ao lado de Enner Valencia (Equador), Kylian Mbappé (França) e Rashford (Inglaterra).

Convocado desde a seleção sub-18, o atleta de 1,93 m e 75 kg estreou na equipe principal no dia 21 de junho do ano passado, na vitória holandesa por 3 a 0 sobre a Macedônia do Norte, pela Eurocopa. Desde então, participou de 12 jogos (9 como titular) e marcou 6 gols.

Na temporada, ele soma 17 gols e 18 assistências em 29 jogos pela Holanda e pelo PSV.

Gakpo é o filho do meio de Johnny Gakpo, nascido no Togo e de ascendência ganesa, e Ank Gakpo, holandesa. Seu pai era jogador de futebol da seleção de seu país, enquanto sua mãe era jogadora de rúgbi e depois professora de uma escola secundária. Seus irmãos são Sidney, o mais velho, e Ducferre, o caçula. Ambos também tentam a carreira de jogador de futebol: Sidney no RPC Eindhoven e Ducferre nas categorias de base do PSV.

Segundo a imprensa holandesa, três clubes ingleses já demonstraram interesse por Cody. Na janela de transferências internacionais do meio do ano, inclusive, por pouco ele não foi negociado pelo PSV.

"O Manchester United manifestou interesse no início do período de transferência. Mas, depois disso, demorou muito", disse o diretor do PSV John De Jong ao site Voetbal International. "Conversamos com o United entre os jogos contra o Rangers. Depois pareceu ficar mais concreto, mas isso desapareceu e, no final da janela, a opção de vendê-lo para o United não existia mais."

O Southampton também teria feito uma proposta de R$ 127 milhões, mas foi recusada pelo PSV. O outro clube interessado, o Leeds United, chegou a enviar o diretor de futebol, Victor Orta, a Eindhoven, mas as partes também não chegaram a um acordo.

No fim, Gakpo permaneceu no seu clube de origem, com o qual conquistou um título da Liga Holandesa, dois da Supertaça da Holanda e um da Taça da Holanda, e tem contrato até junho de 2026.

"Todo mundo sabe como me sinto aqui. Mas é claro que há outras coisas em jogo e acho que você deve ter todas as opções. Eu também fiz isso. No final, o PSV apresentou uma boa oferta que parecia ser a escolha certa", comentou Gakpo após o fechamento da janela.

No entanto, com o futebol mostrado no Qatar, em janeiro ele já deverá estar vestindo a camisa de um clube da Premier League. Só resta saber qual.

QUEM É ELE

Cody Mathès Gakpo

Nascimento: Eindhoven, em 7/5/1999 (23 anos)

1,93 m e 75 kg

Destro

Títulos: Uma Liga Holandesa, duas Supertaças da Holanda e uma Taça da Holanda