Atacante do CSA denuncia ofensas racistas após provocar cruzeirenses com 'Fala, Zezé!'; veja o vídeo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Neste domingo, o CSA venceu o Cruzeiro pela Série B do Brasileirão e o atacante Iury Castilho bombou nas redes sociais depois de comemorar o seu gol relembrando um meme do rival. O camisa 99 do clube alagoano fez um telefone com a mão e repetiu "Fala, Zezé", trecho do áudio do meia Thiago Neves para o então diretor da Raposa Zezé Perrella, em 2019.

Após o ocorrido, o jogador foi parar entre os assuntos mais buscados nas redes sociais o que gerou muitas respostas do lado cruzeirense, algumas delas com teor racista. O jogador expôs o tema pelo Instagram e mostrou as mensagens recebidas.

+ Veja a tabela da série B!

- Macaco, filho da égua. Respeita, respeita, ô, desgraçado. Filho da p, o c* preto da sua mãe, seu c*, filho da p*, arrombado, desgraçado, preto f*, filho da p*. Vai tomar no seu c*, desgraçado, macaco - disse um dos homens expostos. O perfil em questão foi desativado pouco tempo depois.

Logo após a divulgação do ataque, o jogador do CSA recebeu uma onda de solidariedade dos seguidores.

Meme: Cruzeiro x CSA
Meme: Cruzeiro x CSA

Jogador marcou e provocou o Cruzeiro neste domingo (Reprodução)

"FALA, ZEZÉ! BOM DIA, CARA"
Na temporada de 2019, o Cruzeiro passava por uma crise na Série A do Brasileirão. O meia Thiago Neves então, enviou um áudio para o dirigente Zezé Perrella pedindo o pagamento de uma parte dos salários atrasado antes do jogo da Raposa contra o CSA, afirmando que a equipe iria vencer o time alagoano com facilidade.

Na oportunidade, o Cruzeiro perdeu para o CSA por 1 a 0 e, no final da temporada, foi rebaixado para a Série B do Brasileirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos