Atacante assina primeiro contrato profissional com o Grêmio tendo multa astronômica

Guga assinando seu primeiro contrato profissional (Divulgação/Grêmio)


Valorizando mais um dos guris captado e desenvolvido nas categorias de base do Grêmio, o clube firmou o primeiro contrato profissional com o jovem atacante Guga, de 16 anos. Nome esse que, apesar da pouca idade, é visto com enorme potencial.

>L! mostra o time dos protagonistas da novela global Pantanal

Para se ter uma ideia do caráter de segurança que o Imortal se cercou no novo vínculo, além de larga extensão (acordo tem validade até 2025), o contrato prevê uma multa rescisória fixada em 30 milhões de euros. Algo que, na atual cotação, equivale a R$ 152 milhões.

Como era de se esperar, após a assinatura contratual, Guga não escondeu a felicidade em dar mais um passo importante na carreira além de falar no "dever" de retribuir a estrutura e processo de formação proporcionado pelo Imortal a ele:

- Cheguei ao Grêmio com este intuito: mostrar o meu melhor nos primeiros anos por aqui e, com isso, conseguir meu primeiro contrato profissional. Sei que ainda tenho muito a evoluir e a instituição sempre me deu todo este apoio. Foi aqui onde tudo começou e tenho o dever de recompensar o Grêmio dentro de campo.

Natural de Fortaleza (CE), Guga chegou ao Grêmio em 2019, após se destacar nas competições de futsal em sua cidade natal. Com a chegada ao Imortal e o destaque no Sub-15 do clube, o atacante foi chamado para um período de testes com a Seleção Brasileira da categoria, em 2021.

Na atual temporada, Guga atuou em 12 partidas pelo Grêmio, sendo três pela Brasil Soccer Cup e nove pelo Campeonato Brasileiro Sub-17. No torneio nacional, inclusive, o atacante anotou dois gols nas duas primeiras rodadas da competição frente a São Paulo e Bragantino.