Até jogadores do Corinthians sofrem para conseguir ingressos para final

Bruno Cassucci

Não são apenas os torcedores do Corinthians que estão enfrentando dificuldades para conseguir ingresso para a final do Campeonato Paulista, domingo, contra a Ponte Preta, na Arena. Os próprios jogadores do clube têm sofrido para garantirem entradas para amigos e familiares na decisão em Itaquera.

Cada atleta tem direito a apenas três bilhetes por partida. O número costuma satisfazer o elenco, mas na decisão a demanda está bem maior. Para se ter ideia, um atleta (cujo nome não foi revelado) chegou a pedir 30 ingressos para o jogo de domingo.

- Eu já falei para os meus amigos, tem muito pedido, todo mundo está querendo ingresso. Se eu arrumar, vou aparecer lá no bairro e fazer uma distribuição - contou o lateral-esquerdo Guilherme Arana.

A diretoria alvinegra consultou os jogadores para saber quantas entradas extras cada um precisa para domingo. Nem todos os pedidos serão atendidos, mas o clube se esforça para agradar a todos. Os atletas também precisam pagar por esses bilhetes a mais.

Os ingressos para a Fiel torcida se esgotaram em menos de uma hora na última semana. A carga total é de 45 mil entradas e ainda restam lugares em camarotes, cadeiras e espaços corporativos, que são vendidos pelo departamento comercial do clube.

- É muito legal você ser campeão na frente da sua torcida. Sabemos que todos os ingressos foram vendidos, até para nossos familiares está difícil conseguir ingresso - disse o goleiro Cássio.

- Tem amigo querendo ir. Quando eu não estava bem não chamava, agora chamam. Todo mundo quer estar perto, mas a gente dá preferência a quem estava na hora boa e da derrota. Está difícil, mas vai dar para todo mundo ir no jogo - completou o camisa 12.

Há a expectativa de que a Arena atinja seu recorde de público, que atualmente pertence ao clássico contra o São Paulo, em novembro de 2015, quando o Timão goleou por 6 a 1 e ergueu a taça de campeão brasileiro. 44.976 pessoas pagaram ingresso na ocasião.














E MAIS: