Astros do Lakers ameaçam processar HBO por série

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Kareem Abdul-Jabbar e Jerry West, ídolos do Los Angeles Lakers, não gostaram da série produzida pelo canal.
Kareem Abdul-Jabbar e Jerry West, ídolos do Los Angeles Lakers, não gostaram da série produzida pelo canal. Foto: (Francine Orr/Los Angeles Times via Getty Images)

Ídolos do Los Angeles Lakers, Kareem Abdul-Jabbar e Jerry West ameaçaram processar a HBO por conta a série "Lakers: Hora de Vencer", produzida pelo canal. Os astros da NBA não gostaram da forma como foram retratados na série e pediram reparação ameaçando, caso não seja atendido o pedido, entrarem na Justiça contra a emissora.

Advogados de Jerry West, que atuou nos Lakers durante os anos de 1960 e 1974 como jogador e como gerente nos anos 1980, enviaram uma carta à HBO alegando que a produção: "Retrata falsa e cruelmente o ex-jogador como uma pessoa fora de controle e embriagado. O Jerry West da produção não tem nenhuma semelhança com o homem real. O verdadeiro Jerry West se orgulhava de tratar as pessoas com dignidade e respeito. Hora de Vencer é um ataque infundado e malicioso ao personagem de Jerry West. Vocês reduziram o legado de uma lenda e modelo de 83 anos ao de um valentão vulgar e não profissional - o oposto do homem real".

Leia também:

Kareem Abdul-Jabbar, nome histórico do esporte nos Estados Unidos por ser o maior pontuador da NBA de todos os tempos, escreveu um longo texto em seu site onde critica a série a classificando como "desonesta" e "repetidamente chata": "É uma pena a maneira como tratam Jerry West, que discutiu abertamente sua luta com a saúde mental, especialmente a depressão", escreveu Abdul Jabbar. "Em vez de explorar seus problemas com compaixão como forma de entender melhor o homem, eles o transformam em um desenho animado de Wile E. para ser ridicularizado. Ele nunca quebrou tacos de golfe, não jogou seu troféu pela janela. Claro, essas ações criam momentos dramáticos, mas cheiram a exploração fácil do homem, em vez de exploração do caráter".

A resposta da HBO vai no caminho de tratar a série não como um documentário, mas algo fictício e baseado em pesquisas e fontes confiáveis: "A HBO tem uma longa história de produção de conteúdo atraente extraído de fatos e eventos reais que são ficcionalizados em parte para fins dramáticos. 'Winning Time [nome original, em inglês]' não é um documentário e não foi apresentado como tal. No entanto, a série e suas representações são baseadas em extensa pesquisa factual e fonte confiável, e a HBO está resolutamente por trás de nossos talentosos criadores e elenco que trouxeram uma dramatização deste capítulo épico da história do basquete para a tela".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos