Associação de cronistas esportivos cobra 'providências' do Flamengo após Diego ironizar jornalista

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na última terça-feira, o CT do Flamengo foi palco de uma situação constrangedora e atípica: Diego Ribas, um dos capitães do time, , interrompeu a gravação da entrevista de seu companheiro Thiago Maia ao jornalista Venê Casagrande, do SBT, e, enquanto filmava, afirmou: "O homem das meias-verdades no Ninho do Urubu, vale tudo" (veja no vídeo acima).

E, nesta quarta-feira, a Acerj (Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro) publicou uma nota em repúdio à atitude do camisa 10, além de cobrar "providências" do clube. Confira a nota na íntegra:

> GALERIA - Veja os projetos de novos estádios dos clubes brasileiros

"A ACERJ vem a público manifestar apoio e solidariedade ao associado Venê Casagrande, vítima de constrangimento por parte do atleta Diego Ribas, nas dependências do Clube de Regatas do Flamengo.

Manifestamos também pleno repúdio à atitude do referido jogador, que, no local de trabalho da imprensa, fez imagens com celular e agrediu verbalmente o associado, chegando a constranger também o atleta Thiago Maia, que lhe dava entrevistas no momento. Por fim, a ACERJ conclama o Clube de Regatas do Flamengo a tomar providências e cuidar para que nunca mais se repitam fatos como este, que não coadunam com a tradição de gentileza, boa relação e acolhimento do clube com os jornalistas."

Diego, Thiago Maia e Venê Casagrande
Diego, Thiago Maia e Venê Casagrande

Thiago Maia ao lado do jornalista Venê Casagrande (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos