Assim como Bolsonaro, Maduro defende cloroquina e aumenta produção

Yahoo Notícias
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que a cloroquina é eficiente contra Covid-19, mesmo que estudos não comprovem informação (Foto: Governo da Venezuela/AP)
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que a cloroquina é eficiente contra Covid-19, mesmo que estudos não comprovem informação (Foto: Governo da Venezuela/AP)

Não há comprovação cientifica que o uso da cloroquina seja eficaz no combate ao coronavírus, mas, mesmo assim, há presidentes que insistem no uso do medicamento, entre eles, Nicolás Maduro, da Venezuela, e Jair Bolsonaro, presidente do Brasil.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Na noite da última quinta-feira, Maduro usou o Twitter para parabenizar o país pelo avanço na produção de cloroquina. “Felicito o pessoal científico da saúde do nosso país, que trabalham com boa fé e amor para proteger a saúde do povo”, escreveu.

Segundo o presidente venezuelano, o remédio é “efetivo para o tratamento contra a Covid-19”. Estudos recentes não confirmam a informação.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

A cloroquina, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, foi pivô do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich. Ele era contra o uso irrestrito do medicamento em qualquer caso de coronavírus e alertava para os efeitos colaterais do remédio.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também