Ashleigh Barty desiste de disputar o WTA de Indian Wells

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
A australiana Ashleigh Barty serve durante sua partida contra a americana Shelby Rogers no US Open (AFP/ELSA)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A australiana Ashleigh Barty, número 1 do tênis feminino, desistiu de disputar o torneio WTA 1000 em Indian Wells em outubro.

A decisão foi anunciada pelos organizadores do evento por meio de suas redes sociais, sem especificar os motivos da renúncia.

A desistência de Barty, de 25 anos, se junta à da japonesa Naomi Osaka, que anunciou no início deste mês que estava dando uma pausa no tênis após sua eliminação precoce no último US Open.

Barty, vencedora de dois torneios do Grand Slam (Roland Garros em 2019 e Wimbledon em 2021), também teve um desempenho decepcionante em Flushing Meadows (Nova York) quando foi eliminada na terceira rodada pela americana Shelby Rogers no dia 4 de setembro.

Após a derrota para Rogers, número 43 do ranking WTA, Barty garantiu que planejava competir em Indian Wells (Califórnia).

A australiana disputou duas edições do torneio e seu melhor resultado foi quando chegou às oitavas de final de 2019.

O torneio, que conta com a categoria Master 1000 para o tênis masculino, será realizado entre os dias 4 e 17 de outubro no seu retorno ao calendário do tênis com mais de um ano e meio de atraso devido à pandemia de coronavírus.

gbv/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos