Artilheiro santista do ano, Bueno sonha com primeiro gol internacional

Com seis gols marcados, Vitor Bueno é o artilheiro do Santos em 2017. Porém, o meia ainda não balançou as redes na Copa Libertadores. Estreante no torneio, ele passou em branco contra Sporting Cristal e The Strongest. Na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), o camisa 7 espera acabar com o jejum internacional para ajudar o Peixe a bater o Independiente Santa Fe, em Bogotá, na Colômbia, pela terceira rodada da fase de grupos do torneio.

“A ansiedade de início já passou. Eu entro em campo para ajudar minha equipe a vencer os jogos. Os gols são consequência do trabalho, mas espero marcar para colaborar com a equipe. Ficarei feliz se marcar meu primeiro gol em uma competição internacional”, disse Bueno, que já soma 68 jogos e 20 gols com a camisa do alvinegro.

Apesar do bom número de tentos anotados, o meia não vive boa fase técnica no Santos. Com um futebol abaixo do que pode produzir e marcado pelo inacreditável gol perdido contra o Palmeiras, no último dia 19 de março, ele vem sendo criticado pela torcida.

Além dele, o Peixe também não vive um momento favorável, afinal, foi eliminado do Campeonato Paulista após perder nos pênaltis para a Ponte Preta, na última segunda-feira, no Pacaembu. E para superar o período de instabilidade, Bueno acredita que a equipe deve manter o trabalho que já vem sendo feito.

“Sabemos do potencial da nossa equipe. Precisamos manter a posse de bola e arriscar ao gol. Devemos fazer o que estamos acostumados. Estamos treinando muito bem, isso é importante. Vamos seguir trabalhando e estudando o time deles (Independiente Santa Fe) para voltar para casa com a vitória”, concluiu o meia.