Artilheiro do novo Palestra, Dudu está a um gol de top 100 do Verdão

Se na campanha do título brasileiro 2016 foi possível discutir se Dudu era o jogador mais importante do Palmeiras, neste ano, a disputa é unânime. Em grande momento, o camisa 7 é o atleta mais decisivo do Verdão, abriu caminho para a vitória no Choque-Rei com um golaço e está próximo de entrar para o top 100 de artilheiros da história palestrina.

No clássico de sábado, contra o São Paulo, a reta final do primeiro tempo estava feia com os dois times errando muitos passes e cometendo faltas. Foi então que apareceu a estrela de Dudu, que anotou um golaço quase do meio-campo para abrir o placar no jogo que terminou com vitória alviverde por 3 a 0.

Com a pintura, o capitão palmeirense, que soma 120 jogos pelo Verdão, chegou ao seu 27º tento pelo clube. Desta forma, Dudu está a apenas um de entrar no top 100 de maiores artilheiros do Palmeiras, posição em que já figura seu ex-companheiro Gabriel Jesus. Com 28 gols, o atual atacante do Manchester City aparece ao lado de Carlos Alberto Seixas, Feitiço, Lopes e Muller.

Dudu, porém, não tem sido decisivo apenas no Campeonato Paulista. Na última quarta-feira, o camisa 7 foi eleito o melhor jogador do duelo com o Atlético Tucumán-ARG, na Argentina, pela estreia na Copa Libertadores. Na partida, o ‘baixinho’ cobrou a falta que foi desviada por Thiago Santos para Keno empatar o confronto quando o Palmeiras já tinha um jogador a menos.

A participação no empate pela Libertadores fez Dudu se distanciar ainda mais como jogador mais decisivo do Palmeiras na temporada. O Verdão marcou 18 gols nas nove partidas oficiais que fez na temporada. Destes, o camisa 7 teve participação em 11, sendo dois tentos, seis assistências, um pênalti sofrido e duas participações indiretas (quando inicia uma jogada que resulta em gol).

O meia-atacante também é o maior goleador do atual elenco, à frente de Rafael Marques, que soma 21 bolas na rede em 105 apresentações, e Alecsandro, com 14 tentos em 58 partidas. Dos 27 gols de Dudu, 14 foram no Palestra Itália, o que lhe torna o maior goleador da nova casa do clube, com três a mais que Cristaldo, Gabriel Jesus e Rafael Marques.

“Eu tenho falado para o Dudu do grande potencial que tem. Às vezes ficamos presos, achando que ele só joga pela esquerda, mas o jogador que pensa em atuar na Europa, na Seleção Brasileira, tem que jogar pela direita, pela esquerda, por dentro. Contra o São Paulo, precisamos de dois meias para adiantar a marcação nos volantes adversários e coloquei o Dudu pela esquerda. Ele fez bem, conseguiu neutralizar as investidas do Thiago Mendes e do Buffarini. o Dudu está crescendo taticamente, tem espaço para evoluir. Já nos ajudou e pode ajudar muito mais”, elogiou o técnico Eduardo Baptista.

Além de todos os predicados, Dudu também é um dos três atletas, ao lado de Fernando Prass e Jean, a atuar e todos os embates do Alviverde em 2017 (contando os amistosos de início de temporada). O camisa 7 e o goleiro, porém, são os únicos a jogar 90 minutos em todas as partidas.

Leia mais:

Chamado de “monstro”, Thiago Santos ganha espaço no Palmeiras

Após altos e baixos, palmeirenses valorizam triunfo por confiança na Libertadores

Ceni acha gol de cobertura de Dudu mais bonito do que os de Robinho

Líder do Grupo C do Campeonato Paulista com 18 pontos (oito a mais que o segundo colocado), o Palmeiras, liderado por Dudu, volta a campo na quarta-feira (15), quando enfrentará o Jorge Wilstermann-BOL, às 21h45 (de Brasília), no Palestra Itália, novamente pela Libertadores.