Vice-artilheiro da elite atrás de Fred, Ceifador revela 'trabalho árduo'

Criticado pela torcida no ano passado, Henrique Dourado parece ter dado a volta por cima no Fluminense. O 'Ceifador' assumiu a camisa 9, vaga desde a saída de Fred, e desencantou no começo da temporada. Inclusive, entre os clubes da Série A do Brasileirão, é o vice-artilheiro de 2017, atrás justamente do atacante ex-capitão e bicampeão brasileiro pelo clube.

- Fico muito contente por começar uma temporada assim. É o trabalho árduo do dia a dia. Espero continuar com essa grande sequência para que seja uma temporada bacana, não só para mim, mas para a equipe toda - disse Dourado, que marcou quase um terço dos gols do Fluminense até agora.

O jogador, no entanto, acredita que o sucesso é consequência de todo um trabalho em equipe. O fraco rendimento no ano passado - apenas dois gols em 14 partidas - veio de uma série de fatores que atrapalhou o elenco na reta final do Brasileirão.

- No ano passado trabalhei muito, mas, como disse em algumas entrevistas, quando o coletivo não está legal, acaba dificultando. Estou contente que a nossa equipe está se comportando bem e o individual acaba aparecendo - concluiu.

Henrique Dourado fez sete gols em oito partidas até agora na temporada. Fred, no Galo, marcou sete vezes no Campeonato Mineiro e uma na Primeira Liga. O Ceifador ainda podia ter feito mais dois. Batedor oficial de pênaltis do Fluminense, deixou Sornoza e Osvaldo cobrarem contra o Globo-RN e Bangu, respectivamente. Os dois, curiosamente, desperdiçaram as chances dadas pelo camisa 9.







E MAIS: