Arthur estreia no Fluminense e se torna o mais jovem a jogar pelo clube

LANCE!
·1 minuto de leitura


Ao entrar em campo aos 32 minutos do segundo tempo na derrota por 2 a 1 para o Resende, no Maracanã, o meia Arthur já entrou para a história do Fluminense. O jogador se tornou o mais jovem a vestir a camisa do Tricolor na era profissional, desde 1933. A estatística é do historiador João Boltshauser, especialista na história do Flu.

> Fluminense é o grande há mais tempo sem conquistar o Carioca: relembre as campanhas dos últimos 20 anos

Com 16 anos e oito dias, Arthur supera Miguel, titular nesta quinta. Quando subiu ao profissional em 2019, o jovem estreou com 16 anos e 71 dias, contra o Cruzeiro, na Copa do Brasil. Antes dele, o recorde anterior era de 1965 e pertencia ao atacante Walmir, com 16 anos e 199 dias, e durou 54 anos.

- Muito feliz por ser o mais jovem, mas fico triste pela derrota. Tenho certeza que vamos corrigir os erros e conquistar a vitória contra a Portuguesa. É um sonho realizado, lembrei de tudo que passei. Batalhei por esse momento. Só tenho que agradecer a Deus, minha família e ao professor pela oportunidade. Não imaginava estrear tão jovem, mas trabalhei para chegar. Agora é continuar trabalhando para colher coisas boas - afirmou, após a partida.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO CARIOCA

Por ter acabado de completar 16 anos, Arthur agora pode assinar contrato profissional com o Flu. Em 2020, a diretoria já havia assinado um pré-contrato garantindo seu primeiro vínculo profissional em 2021. O meia está em um projeto com a diretoria para começar a treinar com os profissionais no CT Carlos Castilho. Ele é visto como uma das grandes joias do clube atualmente.