Artefatos da Copa do Mundo são grande atrativo para torcedores no Catar

Exposição sobre Copa do Mundo no Catar

Por Philip O'Connor

DOHA (Reuters) - Torcedores de futebol em Doha têm se reunido para ver uma coleção de artefatos da Copa do Mundo apresentada por dois irmãos do Catar com medalhas, bolas e camisas usadas por nomes como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, além de alguns itens mais obscuros.

Os torcedores podem ver de tudo, desde uma camisa pertencente ao atacante holandês Arjen Robben para a final do Mundial de 2010 na África do Sul até a credencial de 1994 de Diego Maradona, entre os objetos raros pertencentes aos irmãos Esmael e Khalid.

"Eu colecionava cartões e adesivos e os trocava com outros alunos na escola quando criança nos Estados Unidos. Voltamos para o Catar, mas o amor por colecionar artefatos esportivos permaneceu comigo desde então", disse Esmael à Reuters, explicando a origem da coleção.

Ex-jogador das seleções juvenis do Catar, Esmael viu o torneio como uma oportunidade perfeita para compartilhar suas coleções com o mundo.

"Eu e meu irmão Khalid, que também é um ávido colecionador de artefatos da Copa do Mundo, organizamos uma exposição de colecionáveis de futebol na vila cultural de Katara em meio a Copa do Mundo no Catar."

O torcedor da Inglaterra Simon Ebrington ficou surpreso ao observar os objetos em exibição.

"É uma quantidade insana de artefatos... vi algumas fotos e imagens de Roberto Carlos, ele é meu jogador número um de todos os tempos", disse ele à Reuters.

As camisas estão expostas atrás de painéis de vidro nas paredes do Edifício 18 do centro cultural Katara com outros itens, incluindo uma bola promocional da Copa do Mundo de 2002 autografada por Pelé e uma credencial para a final de 1966 em Wembley, que estão cercados por vidro.

(Reportagem de Philip O'Connor)