Arsenal x Tottenham: David Luiz conhecerá nova rivalidade na Premier League

Goal.com
Em três jogos com os Gunners, zagueiro ainda não ganhou a confiança dos torcedores e falhou em clássicos contra Liverpool e Tottenham
Em três jogos com os Gunners, zagueiro ainda não ganhou a confiança dos torcedores e falhou em clássicos contra Liverpool e Tottenham

A rodada do final de semana da Premier League não foi boa para David Luiz. Na partida contra o Liverpool, ele fez um pênalti sobre Salah e tomou um drible que se concretizaria em outro gol do egípcio. O jogo terminou 3 a 1 para o time de Merseyside. Agora, ele se concentra para outro grande desafio, ainda mais importante para os torcedores do Arsenal: o North London Derby, ou o clássico do norte de Londres, entre Arsenal e Tottenham Hotspur. Luiz diz que será uma partida especial para ele.

"Será especial para mim, com certeza. É sempre especial jogar futebol. Eu jogo porque eu amo futebol, é por isso que eu ainda estou jogando. É por isso que eu ainda tenho ambições de fazer coisas grandes no futebol", disse o zagueiro brasileiro.

Em sua carreira, David Luiz enfrentou o Tottenham 13 vezes. Foram oito vitórias, três empates e duas derrotas apenas. Com seu novo clube, ele procura manter sua escrita vitoriosa contra os Spurs.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O North London Derby é considerado um dos maiores clássicos da Inglaterra e, com certeza, o maior de Londres. O Arsenal tem um começo de calendário complicado na Premier League dessa temporada, pois depois de enfrentar o atual campeão da Champions League, terá de duelar contra o vice-campeão europeu, que, por coincidência ou não, é o seu maior rival.

Luiz espera uma recuperação rápida dos Gunners que mandam o clássico em sua casa.

"Será um jogo difícil, mas eu estou ansioso por ele. Quando você perde um jogo, a vontade é de jogar no dia seguinte se possível. Então vamos trabalhar duro. Vai ser um jogo muito, muito difícil contra um time fantástico, que contratou novos jogadores, atletas incríveis. Então está nas nossas mãos fazer nosso jogo, especialmente por ser em casa, e vencer a partida", falou o defensor brasileiro.

 

Leia também