Arsenal leva 3 a 0 do Palace e fica ainda mais distante da Champions

A fase do Arsenal não está das melhores. Em confronto válido pela 32ª rodada do Campeonato inglês, os Gunners visitaram o Crystal Palace e foram vencidos por 3 a 0, praticamente dando adeus às chances de classificação para a Liga dos Campeões.

O duelo desta tarde foi dominado majoritariamente pelo Palace. Com um futebol muito envolvente no ataque e sem grandes problemas na defesa, os vencedores abriram o placar na primeira etapa com Townsend e fecharam a contagem após o intervalo, contando com tentos de Cabaye e Milivojevic

A derrota deixou a situação dos Gunners ainda mais delicada, com o time estacionado na sexta posição, acumulando 54 pontos, dentro da zona de classificação para a próxima Liga Europa, mas com chances meramente matemáticas de ir à Champions. O Manchester City completa o G4 com 61 pontos.

Já o time do sul de Londres ganhou um respiro com o triunfo, pois aparece muito perto da zona de rebaixamento, agora com 34 pontos na 16ª colocação. O Swansea City abre o Z4, com 28 pontos.

Veja também: Guardiola espera que Gabriel Jesus esteja apto para a final da FA Cup

Após o resultado negativo deste começo de semana, o time comandado por Arsene Wenger volta a jogar como visitante, no dia 17 de abril, para encarar o Middlesbrough. Dois dias antes, os Eagles recebem o Leicester.

O Arsenal começou o confronto sentindo a pressão de jogar fora de casa, no barulhento estádio Selhurst Park. Sem criatividade no ataque, os Gunners ainda sofreram com o inspirado meio-campo do Palace, que tratou de abrir o placar aos 17 minutos, com Townsend aproveitando cruzamento mascado de Zaha, após linda tabela.

Depois do primeiro gol, a partida acabou esfriando, mas os donos da casa seguiam controlando as ações. A ação só voltou a acontecer no segundo tempo, mais exatamente aos 18 minutos, quando Cabaye aproveitou nova assistência de Zaha para acertar um lindo chute de primeira, no ângulo esquerdo do goleiro.

Completamente dominado na partida, sem sequer esboçar uma reação, o Arsenal ainda viu os mandantes ampliarem o placar. O arqueiro Damian Martínez derrubou Townsen dentro da área e o juiz marcou pênalti. Luka Milivojevic foi para a cobrança aos 21 minutos e deu números finais ao encontro.