Arsenal deve renovar contrato de Wenger por dois anos, diz jornal

O Arsenal planeja passar por um processo de reformulação nas próximas temporadas e Arsene Wenger deve ser o comandante dos Gunners durante esse processo. De acordo com o jornal Daily Mirror, a equipe de Londres espera assinar um contrato de duas temporadas com o treinador francês.

Espera-se que o anúncio da renovação contratual será feito após o término da atual temporada. Recentemente o Mirror Sport revelou que Wenger estava contando para pessoas próximas que seu desejo era permanecer no time do Emirates Stadium. Além disso, até os jogadores já estariam acreditando que o técnico de 67 anos permanecerá no Arsenal.

Dentro da reformulação planejada, o lateral esquerdo Sead Kolasinac, do Schalke 04, teria recebido uma oferta de quatro anos de contrato com os Gunners e o espanhol Monreal estaria de saída. Entre os jogadores de nome de peso, o atacante Alexandre Lacazette seria o principal alvo na próxima janela de transferências e as estrelas Alexis Sanchez e Ozil não têm futuro definido.

O Arsenal pretende manter Kieran Gibbs, entretanto, caso o lateral esquerdo não queira estender o seu contrato, a equipe de Londres já tem Kieran Tierney, do Celtic, e Ryan Sessegnon, do Fulham, como possíveis substitutos. Alex Oxlade-Chamberlain e Jack Wilshere, que estão com pouco mais de um ano de contrato, estariam disponíveis para serem negociados.

A reformulação não deve atingir apenas o elenco do clube do Norte de Londres, a comissão técnica também deverá sofrer alterações e o preparador de goleiros Gerry Peyton e o preparador físico Tony Colbert podem estar de saída.

O Arsenal tem recorde de 643 vitórias, 251 empates e 223 derrotas durante os 20 anos em que foi comandado por Arsene Wenger. Os Gunners também venceram três vezes o Campeonato Inglês, sendo uma de forma invicta, seis Copas da Inglaterra e quatro Supercopas sob comando do treinador francês.