Arsène Wenger promete paz em novo encontro com Mourinho no Inglês

A 36ª rodada do Campeonato Inglês reserva mais um clássico. No domingo, às 12h (de Brasília), o Arsenal recebe o Manchester United. As duas equipes ainda brigam por um lugar na próxima Liga dos Campeões. No entanto, o duelo colocará os técnicos Arsène Wenger e José Mourinho, mais uma vez, frente a frente.

Desafetos assumidos, os dois treinadores já quase foram às vias de fato dentro de campo. Apesar das rusgas, o Wenger quer deixar o passado para trás e promete um clima de paz no clássico.

- Estou sempre aberto na vida para tudo, para a paz. O mais importante quando você é um competidor é dar absolutamente tudo para ganhar o próximo jogo - afirmou Wenger, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.



Protestos contra o Wenger

Wenger vem sofrendo pressão das arquibancadas (Foto: AFP)

Os problemas entre os dois comandantes começaram em 2014. Na época, José Mourinho era o treinador do Chelsea. Após o episódio, ocorreram diversas trocas de farpas em público, que azedaram ainda mais a já conturbada relação.

Wenger ainda não informou se seguirá no Arsenal na próxima temporada. Desde de 1996 no clube, ele sofre bastante resistência da torcida, que pede novos ares no comando do time. O francês quer a vitória no clássico para seguir com chances de alcançar uma vaga na próxima Liga dos Campeões.

- É um grande jogo. Claro que cada grande jogo serve para aumentar sua confiança. Para nós, mais do que a concentração no United, que é um grande clube, o mais importante é conseguir nosso objetivo. Não temos escolha, precisamos vencer.

O Arsenal está em sexto do Campeonato Inglês, com 60 pontos, em 33 jogos, e estaria classificado apenas para a Liga Europa. O primeiro time da zona de classificação para a Liga dos Campeões é o Manchester City, que soma 66, em 34 partidas disputadas. O Manchester United vem logo atrás, com 65.

No dia 27 de maio, às 13h30 (de Brasília), o Arsenal pode terminar a temporada com um título. A equipe faz o dérbi londrino com o Chelsea na final da Copa da Inglaterra.







E MAIS: