Arrascaeta e Al Hilal: o que se sabe até o momento sobre a situação do astro do Flamengo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Mais um? O Flamengo entrou em definitivo no radar dos clubes do exterior. Em meio às negociações por uma possível transferência do meio-campista Gerson para o Olympique de Marseille, o Rubro-Negro Carioca agora tem o Al Hilal, da Arábia Saudita, demonstrando interesse no meia uruguaio Giorgian De Arrascaeta.

De acordo com informações do Goal, o clube saudita acenou com uma proposta de 15 milhões de euros (cerca de R$ 98 milhões, na conversão atual) pelo meia-atacante. O Mais Querido, porém, quer ao menos 20 milhões de euros (R$ 130 mi) para iniciar as conversas. O valor solicitado teria sido informado a um representante da equipe árabe por um dirigente do Fla.

Flamengo quer ao menos 20 milhões de euros para iniciar conversas | Wagner Meier/Getty Images
Flamengo quer ao menos 20 milhões de euros para iniciar conversas | Wagner Meier/Getty Images

Contactado por um representante do Al Hilal, Bruno Spindel, diretor executivo de futebol do time vermelho e preto, teria informado que o Flamengo, para iniciar as negociações por Arrascaeta, pede ao menos 20 milhões de euros e por 75% dos direitos econômicos. Vale notar que outros clubes da Arábia Saudita e da Europa também sondaram o ídolo rubro-negro nas últimas semanas.

Arrascaeta e Flamengo

O Flamengo tem pendências para resolver com Arrascaeta, observando que o clube e o meia têm conversas por renovação contratual e valorização salarial. O imbróglio não é tão simples e, no momento, não há nenhum movimento em prol de um acerto, uma vez que o time alega não ter condições financeiras para arcar com um novo e mais custoso compromisso.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos