Arouca defende protocolos de isolamento e um acerto do calendário no Brasil com o restante do mundo

Valinor Conteúdo
LANCE!


O atleta de futebol sempre é cobrado para se posicionar em vários momentos da vida, mesmo que algo não tenha a ver com ele. Porém, nesta pandemia do coronavírus, que afetou o esporte, toda a atividade do futebol e o restante do mundo, se faz essencial que o os jogadores tenham uma posição definida para a sua categoria e claro, para o torcedor que o segue.

O volante Arouca, ex-Santos, Galo, Palmeiras e atualmente no Figueirense, entendeu o momento e classificou a parada forçada do futebol como necessária e que temos de ouvir médicos e pesquisadores e seguir os protocolos de saúde.

O jogador, de 33 anos, fez apenas três partidas pelo Figueira este ano a vê que a parada forçada prejudicou todos. Porém, se manteve em atividade em casa, fazendo treinamentos para manter a forma.

-Essa mudança brusca tirou o ritmo dos jogadores, mas tenho treinado em casa, assim como os demais jogadores e agora é ficar na torcida para que esse passe o mais rapidamente, se Deus quiser-disse Arouca, que conversou com a reportagem do LANCE!/Valinor Conteúdo.






Arouca se mostrou sensato ao dizer que não adianta ir contra os fatos, pois temos de seguir quem entende do assunto, os profissionais da saúde neste momento complicado para todos.

-Nós temos que seguir os conselhos de quem estuda. Os médicos, pesquisadores, indicam as informações e temos que seguir os protocolos para que isso acabe logo e possamos voltar na medida do possível. É muito triste para quem não pode parar, arriscando sua saúde. Muitas pessoas irão perder empregos e até a vida. Por isso, temos de fazer o que é certo, pois ou é isso, seguir as orientações, ou a saúde das pessoas irá sofrer. Oremos para que isso passe logo- disse.

Por fim, Arouca se diz favorável a um calendário alinhado com o restante do mundo, mas desde que haja um acertou tanto dos europeus com nossas datas, quanto do Brasil com os demais países.

Na minha opinião, vai atrapalhar todo mundo. Algumas coisas terão de ser repensadas no futebol. Seria bom termos um calendário unificado em todo mundo. Teria de ser não só o nosso com o europeu, mas o deles com o nosso também. Essa é uma boa hora de ajustar o calendário para todos-concluiu.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também